Igreja Batista Getsemâni

Trabalhadores do Sintep protestam contra o Governo de Mato Grosso

Carreatas foram realizadas em várias cidades do estado

Matheus Maurício
redacaomuvuca@gmail.com

IMG-20200915-WA0050.jpg

 

Foram vistos em diversos pontos do Estado na manhã desta terça-feira (15) um protesto que foi realizado pelos servidores do Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público (Sintep), que reivindicam uma série de medidas do Governo de Mato grosso. Segundo os trabalhadores, uma das reinvindicações é sobre a defesa da Revisão Geral Anual (RGA) e também da desvalorização salarial sofrida por eles, além de outras questões relacionadas até a infraestrutura das instituições.

Em Cuiabá, a carreata passou pelas ruas do Centro Administrativo Político (CPA) e parou na Praça Ulisses Guimarães, localizada em frente ao Shopping Pantanal. Valdeir Pereira, que é presidente do Sintep citou o porquê de terem escolhido a terça-feira para fazer esses protestos.

“Vamos mobilizar hoje porque é uma data estratégica (...) sabemos que se não fosse num contexto que não fosse a pandemia os trabalhadores da educação qual nós representamos certamente estariam mobilizados”, disse Valdeir.

O responsável pelo sindicato ainda criticou a decisão do governo em possivelmente retornar com as aulas presenciais. Isso porque, segundo ele, ainda há um grande risco que os alunos podem correr.

“Diante desse contexto, a pandemia ainda existente, ainda há a necessidade de preservar as vidas e que as escolas ainda não retomem com as atividades presenciais, para que os nossos alunos e estudantes tenham suas vidas preservadas e suas famílias”, cita.

Valdeir criticou ainda o modo com qual o governo está trabalhando com os alunos de diversas escolas “nós entendemos que há a necessidade de manter a interação com os nossos estudantes, mas não pode ser da forma que a Secretaria de Estado de Educação vem tratando, excluindo uma parcela significativa dos nossos estudantes”, reitera.

Outro ponto da manifestação registrado foi no município de Rondonópolis (212 quilômetros de Cuiabá), porém, tanto neste município como na Capital não há ainda a divulgação de quantas pessoas participaram.


Fonte: MUVUCA POPULAR

Visite o website: https://www.muvucapopular.com.br