Igreja Batista Getsemâni

Abílio é acusado de desviar dízimo da Assembleia de Deus

Candidato supostamente utilizava materiais da Igreja para construir sua casa

Redação Muvuca Popular
redacaomuvuca@gmail.com

Foto: Reprodução

O vereador e candidato a prefeito de Cuiabá, Abílio Júnior (PODE), está sendo acusado de fazer parte de um esquema de desvio de dízimo da Assembleia de Deus. Em um vídeo que viralizou nas redes sociais, um funcionário da Igreja relata os abusos cometidos pelo parlamentar dentro da instituição religiosa. 

Conforme o relato do motorista do Grande Templo, que não foi identificado por medo de represálias, Abílio dava ordens ao funcionário para receber materiais de construção comprados na Todimo e levar até sua mansão localizada no Jardim Califórnia. "Esses materiais eram para a Igreja e ele pediu pra eu levar até lá e deixar na casa", relata o contratado.

Além disso, o funcionário afirma que os fatos podem ser confirmados a partir das palmeiras que foram plantadas ao redor da Igreja, pois na casa do parlamentar existem o mesmo tipo de árvores.

"Você pode dar uma olhada que as palmeiras que estão na sede do Grande Templo são as mesmas que estão na casa dele [Abílio]. Paguei caro nas palmeiras, comprei elas e pediram pra eu deixar na casa".

Segundo o motorista, para não chamar atenção aos desvios, Abílio e outros envolvidos utilizavam o nome de outras pessoas, como o da filha do Pastor Sebastião Rodrigues De Souza, que é casada com o Pastor Luiz Carneiro, conhecida como irmã Silene.

"Se a família faz isso com o dízimo dos irmãos da Igreja, imagina com dinheiro da Prefeitura", finaliza o vídeo.

Confira o vídeo na íntegra:


Fonte: MUVUCA POPULAR

Visite o website: https://www.muvucapopular.com.br