Igreja Batista Getsemâni

Ex-presidente da Câmara e marido são condenados por fraudes em licitações

Fraudes causaram prejuízo de R$ 6,3 milhões

Redação Muvuca Popular
redacaomuvuca@gmail.com

 

O juiz Bruno D’Oliveira Marques, da Vara Especializada em Ação Civil Pública e Ação Popular, condenou a ex-presidente da Câmara de Cuiabá, Chica Nunes, e outras cinco pessoas por fraudes em licitações entre 2005 e 2006 que teriam causado prejuízo de R$ 6,3 milhões aos cofres públicos.

Além de Chica, a condenação também atingiu o marido da ex-vereadora, Marcelo Ribeiro Alves, o ex-secretário-geral Alessandro Roberto Rondon Brito, e ex-secretário de Finanças Gonçalo Xavier de Barros Filho, e os ex-servidores Lúcia Conceição Alvez Campos Coleta de Souza e Silas Lino de Oliveira.

Conforme a decisão,  a apuração deve levar em conta pagamentos em espécie, depósito ou transferências, entre 2005 e 2006, envolvendo as seguintes empresas: M. L. da Costa Teixeira -ME, M G. Sampaio Com e Representações, R. F. L. O. Carvalho -ME, D' Rúbia da Silva-ME, D' Santana da Costa Com. Rep. e Serviços, Esdras Paes de Barros ME, Sol Nascente Comércio e Rep. Ltda, Rio do Sol Papelaria, Empório Com. Representação Ltda, JF Ind. Com. Serviços de Móveis Ltda-ME e Barros e Moraes Ltda-ME.

Além do ressarcimento solidário, a ex-presidente teve seus direito políticos suspensos por dez anos e terá que pagar multa civil em duas vezes o valor do dano.

Na ação, segundo o Ministério Público Estadual (MPE), Chica deu ao marido e aos irmãos (Élson Benedito Santana Nunes e Benedito Elson Santana Nunes) a incumbência de assessorá-la no planejamento das licitações fraudulentas feitas dentro da Câmara. Com o trio, ela determinava o que seria licitado, quando o certame ocorreria, qual empresa seria a vencedora e outros detalhes referentes ao processo licitatório, bem como os valores que seriam desviados dos cofres municipais.


Fonte: MUVUCA POPULAR

Visite o website: https://www.muvucapopular.com.br