Igreja Batista Getsemâni

Prefeitura rebate acusações da PGE e diz que leitos de UTI estão ocupados

Secretaria da Saúde esclareceu situação de hospital

Redação Muvuca Popular
redacaomuvuca@gmail.com

UTI.jpeg

Foto: Reprodução

Após a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) acionar a prefeitura de Cuiabá para o desbloqueio imediato de 33 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital e Pronto Socorro Municipal, o Executivo municipal se manifestou sobre as acusações e esclareceu os fatos. 

Por meio de nota, a  Secretaria de Estado de Saúde (SES) informou que não foi notificada sobre a ação judicial. "Na tarde desta quinta-feira (25), nenhum dos 80 leitos de UTI adulto está bloqueado. A unidade conta com 60 leitos ocupados e 20 disponíveis", pontuou.

Além disso, a Pasta relatou que durante a manhã sete leitos de UTI adulto chegaram a ficar temporariamente bloqueados por falta de sedativos, mas que a situação já foi resolvida e não chegou a prejudicar nenhum paciente, pois ocorreu em relação aos leitos desocupados.

Em relação aos leitos de UTI pediátrica, a SES divulgou que está em processo de contratação do cirurgião pediátrico. "Infelizmente, o profissional contraiu covid-19 e, desde o dia 20, está internado. O segundo médico que presta serviço na UTI pediátrica não tem condições de atender no plantão do colega por também trabalhar em outra unidade".

Ademais, a secretária Ozenira Félix informou que em nenhum momento a SES deixou de prestar assistência médica aos pacientes que necessitaram de internação na unidade. "Mesmo diante de dificuldades no financiamento junto aos governos estadual e federal, a Secretaria Municipal de Saúde não tem medido esforços para manter todos os leitos disponíveis e assegurar à população cuiabana o atendimento adequado", finalizou.


Fonte: MUVUCA POPULAR

Visite o website: https://www.muvucapopular.com.br