Igreja Batista Getsemâni

Vereadora apresenta projeto para que cinemas realizem sessões adaptadas para autistas

Filmes exibidos serão apropriados a faixa etária do público.

Redação Muvuca Popular
redacaomuvuca@gmail.com

Câmara de Cuiabá

Câmara de Cuiabá

Câmara de Cuiabá

Michelly Alencar foto nova

 

A vereadora Michelly Alencar (DEM) apresentou um projeto de Lei que prevê que cinemas de Cuiabá realizem sessão adaptada para crianças e adolescentes com Transtorno do Espectro Autista (TEA) e suas famílias.

Conforme o projeto, os cinemas serão obrigados a reservar uma sessão mensal com adaptações para esse público. Não poderá ser exibido comercial, a iluminação na sala será mantida acesa e o som reduzido para não causar desconforto ao público.

As crianças, adolescentes e seus familiares terão acesso irrestrito à sala, podendo entrar e sair ao longo da sessão sempre que desejarem. Os filmes exibidos serão apropriados a faixa etária do público.

“A hiperatividade, a sensibilidade auditiva e visual, a dificuldade de concentração e a necessidade de permanecer sentado por longo período torna uma sessão convencional de cinema para essas pessoas um desafio. A presente proposição tem como finalidade garantir à criança e adolescente autista a oportunidade de ir ao cinema, assegurando assim sua inclusão social”, comentou.

A vereadora explicou que conversou com membros da Associação dos Amigos dos Autistas (AMA) para ouvir as demandas e que o projeto proposto tem apoio das pessoas ligadas a causa.

Na justificativa, a vereadora ainda ressaltou que a pessoa com transtorno de espectro autista é considerada pessoa com deficiência pela lei 12.764/2012 e que, portanto, o tema diz respeito a proteção e a integração social dessas pessoas, conforme a Constituição Federal.

“Não há dúvida de que a matéria é relevante para a sociedade por relacionar-se com a saúde, a proteção e a integração social das pessoas com deficiência, valores intimamente atrelados à dignidade da pessoa, um dos fundamentos da Constituição”, justificou no projeto. 


Fonte: MUVUCA POPULAR

Visite o website: https://www.muvucapopular.com.br