Igreja Batista Getsemâni

Delegado Flávio Stringuetta é exonerado após fazer criticas ao MPE

Servidor teceu criticas ao órgão através de um artigo

Redação Muvuca Popular
redacaomuvuca@gmail.com

Reprodução

Reprodução

Reprodução

Flávio Stringuetta.jpg

 

Após fazer críticas ao Ministério Público Estadual (MPE) o delegado Flávio Stringuetta, que comandava a Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), foi exonerado do cargo de delegado que possuía já há alguns anos. O afastamento do servidor foi noticiado nesta segunda-feira (1º).

A situação de retirada do cargo de Stringuetta aconteceu após ele publicar um artigo em que afirma não existir uma instituição mais “imoral” do que o MPE-MT.

“(...) E acrescento: não existe instituição mais imoral que o MPE/MT, que senta na própria moralidade e fala das ilegalidades das outras instituições.

“Serei processado por isso. Eu sei. E até espero que sim. Pois, assim. Poderei abrir as entranhas dessa instituição MPE e, por consequência, talvez, o judiciário”, completou.

As falas polêmicas construídas pelo delegado no artigo se referem principalmente a compra de smartphones de primeira geração realizada pelo MPE, que foi alvo de duras críticas em todo o cenário nacional.
“Virou notícia, e vergonha, nacional. O que se esperaria dos promotores, ou seus líderes, ou do inconsequente idealizador desse absurdo? Que não tivessem feito. E, como já tinham feito, que pedissem desculpas à sociedade pelo erro e sumissem de cena”, pontuou em outra parte do artigo.

A Polícia Judiciária Civil (PJC) informou ao emanuelzinho que o delegado não faz mais parte da ‘equipe’ das forças policiais, de Mato Grosso. No entanto, o termo “exoneração” não foi confirmado.

No domingo (28) uma nota de esclarecimento já havia sido veiculada pelo órgão. Confira na íntegra.

NOTA DE ESCLARECIMENTO - Diretoria Geral da Polícia Civil de MT
A Diretoria Geral da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso esclarece que não compactua com as declarações emitidas pelo delegado Flávio Henrique Stringueta em artigo divulgado na imprensa, onde tece comentários e críticas ao Ministério Público Estadual e ao Poder Judiciário do Estado de Mato Grosso.
A Polícia Civil esclarece que o artigo e as matérias consequentemente repercutidas sobre a publicação refletem exclusivamente a manifestação pessoal do delegado e tais opiniões não expressam correlação com as ideias e valores da direção da Polícia Civil em relação ao Ministério Público Estadual e ao Judiciário mato-grossense.
Finalmente, destacamos que o MPE e o Poder Judiciário têm sido grandes parceiros da Polícia Civil de Mato Grosso, com contribuição efetiva em ações de valores inestimáveis ao fortalecimento, estruturação e modernização da instituição, a fim de que os serviços essenciais de investigação criminal e acolhimento de vítimas possam ser continuamente prestados com a melhor qualidade à sociedade mato-grossense.


Fonte: MUVUCA POPULAR

Visite o website: https://www.muvucapopular.com.br