Igreja Batista Getsemâni

AL exonera ex-servidores de Fávero e contrata funcionários de Cattani

Silvio Fávero faleceu no mês passado após sofrer complicações da Covid-19

Redação Muvuca Popular
redacaomuvuca@gmail.com

Foto: Reprodução

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Max Russi (PSB), exonerou 34 servidores comissionados que estavam lotados no gabinete do deputado estadual Silvio Fávero (PSL). O parlamentar faleceu no mês passado após sofrer complicações causadas pela covid-19.

As demissões foram publicadas no Diário Oficial da ALMT que circulou no dia último dia 30 de março. Ao todo, foram demitidos 32 assessores e o chefe de gabinete. Os comissionados, cujos ocupantes sofreram a exoneração, tinham salários que variavam de R$ 1,1 mil (AP-1) a R$ 7,8 (DSL-IV), conforme a tabela salarial dos servidores disponível no Portal Transparência da AL.

No mesmo dia, o chefe do Legislativo também nomeou 5 servidores no gabinete do deputado bolsonarista Gilberto Cattani (PSL), que assumiu a cadeira de Silvio Fávero no dia 13 de março. O pecuarista ficou como 1º suplente do PSL nas eleições de 2018, quando recebeu 11.629 votos.

Ao contrário de Fávero, Cattani nomeou uma equipe bem mais enxuta com quatro assessores que receberão salários de R$ 6,4 mil (AP-10) e o chefe de gabinete, que terá em torno de R$ 7 mil (DSL-IV) creditado em sua conta mensalmente.

Todas as indicações para ocupar cargos em gabinetes partem do próprio deputados.


Fonte: MUVUCA POPULAR

Visite o website: https://www.muvucapopular.com.br