Igreja Batista Getsemâni

Emanuel diz que Ozenira sabia de troca e sai em defesa de novo secretário

Prefeito negou que saída da secretária ocorreu por medo de novas operações da Polícia Civil

Redação Muvuca Popular
redacaomuvuca@gmail.com

Assessoria

Assessoria

Assessoria

Ozenira Félix e Emanuel Pinheiro

 

Na mira da Polícia Civil!

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), saiu em defesa do novo secretário de Saúde, Célio Rodrigues da Silva, que é investigado pelo Ministério Público do Estado (MPE) em dois inquéritos por irregularidades em contratos. O gestor também afirmou que a saída de Ozenira Félix foi consensual e que ela já sabia da troca na secretaria.

Célio também é presidente da Empresa Cuiabana de Saúde, local onde o MPE investiga contratos no valor de R$ 20 milhões, um sobre a contratação de uma cooperativa e outra para contrato com uma empresa com dispensa de licitação.

"Vivemos em um estado democrático de direito e a presunção da inocência é a base. Ninguém pode ser considerado culpado até o trânsito em julgado e sentença penal condenatória. A justiça não existe só pra condenar, ela existe também para absolver e arquivar como tá acontecendo com a maioria esmagadora das denúncias feita contra a prefeitura", argumentou Emanuel.

Segundo o prefeito, a saída de Ozenira é um processo natural da gestão e ela já tinha ido avisada. "Ela já sabia, no meu plano já era para ter tirado alguns secretários há uns 60 dias. Todos sabiam da reoxigenação na gestão".

Pinheiro também negou que a saída da secretária ocorreu por medo de novas operações da Polícia Civil. "Achei que tinha chegado o momento da Ozenira. Eu estava vendo muita injustiça com ela, que é uma grande técnica, uma pessoa de minha confiança, séria e competente. Ela estava sendo vítima de muita injustiça e não tinha porquê perdurar mais".


Fonte: MUVUCA POPULAR

Visite o website: https://www.muvucapopular.com.br