Abstenções passam de 20% em Cuiabá no primeiro turno | MUVUCA POPULAR

Terça-feira, 26 de Janeiro de 2021

MATO GROSSO Segunda-feira, 16 de Novembro de 2020, 08h:38 | - A | + A




Eleições 2020

Abstenções passam de 20% em Cuiabá no primeiro turno

Abílio e Emanuel Pinheiro vão disputar a Prefeitura de Cuiabá no 2° turno.


redacaomuvuca@gmail.com

José Medeiros

José Medeiros

José Medeiros

FOTO Cuiabá.jpg

 

Mais de 83 mil eleitores não saíram de casa neste domingo (15) para participar da escolha do próximo prefeito, vereadores em Cuiabá, e também de uma vaga de senador em Mato Grosso.

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), foram 83.236 abstenções (22,01% do total do eleitorado), 9.881 votos brancos e 16.169 votos nulos.

Em Cuiabá, anularam o voto 5,48% dos eleitores e votaram em branco, 3,35%. Em Várzea Grande, na região metropolitana, também foi alta a abstenção: 21,44% dos eleitores não saíram de casa pra votar.

O novo prefeito da cidade de Cuiabá, capital do Mato Grosso, será definido apenas em segundo turno, a ser realizado no próximo dia 29 de novembro. A disputa ficará entre Abílio (Podemos) e Emanuel Pinheiro (MDB).

Com 100% dos votos totalizados, Abílio obteve 90.631 votos (33,72% dos votos válidos), contra 82.367 (30,64%) votos recebidos por Emanuel Pinheiro.

No país, o índice de abstenção no primeiro turno das eleições municipais deste ano foi de 23,14%.

Perfis

Aos 36 anos e formado em Arquitetura e Urbanismo, exerce atualmente o cargo de vereador. No exercício do mandato, tem focado em ações voltadas à mobilidade urbana e acessibilidade, além da defesa da saúde pública de qualidade.

Também atua como apresentador de rádio. Nestas eleições, concorreu pela coligação Cuiabá para as Pessoas (Podemos/Cidadania/PSC). Seu candidato a vice é o também vereador Felipe Wellaton (Cidadania).

Atual prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, 55 anos, conseguiu ser reeleito para o cargo pela coligação A Mudança Merece Continuar (PP/PTB/PV/PL/MDB/PSDB/PTC/PMB/Solidariedade/Republicanos/PCdoB).

Bacharel em Direito, entrou na política aos 23 anos, quando foi eleito vereador por Cuiabá. Em 1994, conquistou uma cadeira na Assembleia Legislativa de Mato Grosso, sendo reeleito quatro anos depois.

Em 2005, assumiu o posto de secretário municipal de Trânsito e Transportes Urbanos do município e, em 2010, foi mais uma vez eleito deputado estadual, sendo novamente reeleito. Seu candidato a vice é José Roberto Stopa (PV), ex-secretário de Serviços Urbanos de Cuiabá.

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Benedito costa - 16-11-2020 10:36:29

Pois é seu Muvuca! Nem seu jornal conseguiu o eleger. Vai ter que voltar pra redação e começar a escrever sua história.

Responder

0
0


1 comentários

coluna popular
Pai do medalhista internacional David Moura
Em 6 meses
Possível candidato a deputado estadual
"Gestão frutífera"
Covid-19

Últimas Notícias
26.01.2021 - 20:41
26.01.2021 - 19:48
26.01.2021 - 19:00
26.01.2021 - 18:49
26.01.2021 - 18:31




Informe Publicitário