Mujica renuncia ao cargo de senador por motivos pessoais e 'cansaço' | MUVUCA POPULAR

Terça-feira, 20 de Outubro de 2020

MUNDO Terça-feira, 14 de Agosto de 2018, 13h:35 | - A | + A




APOSENTOU

Mujica renuncia ao cargo de senador por motivos pessoais e 'cansaço'

Mujica também utilizou esta carta para "pedir desculpas muito sinceras" se alguma vez, "no calor dos debates", feriu "pessoalmente algum colega"

 

O ex-presidente do Uruguai José Mujica, de 83 anos, renunciou nesta terça-feira, mediante uma carta, ao cargo de senador por motivos pessoais e "cansaço".

"Os motivos são pessoais, diria 'cansaço de longa viagem'", diz o texto enviado pelo ex-mandatário, que foi eleito para o Senado depois de ocupar a Presidência entre 2010 e o 2015.

Além disso, o documento aponta que "o caráter de renúncia voluntária e a legislação vigente apontam que não corresponde o benefício do subsídio estabelecido", já que ele receberá "aposentadoria".

Mujica também utilizou esta carta para "pedir desculpas muito sinceras" se alguma vez, "no calor dos debates", feriu "pessoalmente algum colega".

 

Além disso, o político ressalta na carta que enquanto sua mente funcionar, não desistirá "da solidariedade e da luta por ideiais".

Em 6 de agosto, o ex-presidente explicou em entrevista à Agência Efe que pensava em deixar seu assento no Parlamento porque queria tirar uma "folga" antes de morrer, dada sua avançada idade.

"Vejo que tenho 83 anos e vou me aproximando da morte. Quero tirar uma licença antes de morrer, simplesmente, porque estou velho", ressaltou à Agência Efe Mujica.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários

coluna popular
Improbidade administrativa
Deu na Revista Época
Com 87 anos
Não terminou
Candidatos tentam surfar na onda

Últimas Notícias
20.10.2020 - 18:24
20.10.2020 - 18:17
20.10.2020 - 17:14
20.10.2020 - 16:18
20.10.2020 - 16:10


Muvuca (PL)

Adevair Cabral (PTB)

Chico 2000 (PL)

Misael Galvão (PTB)

Ricardo Lobo (PL)

Aladir (PL)

Sargento Joelson (SD)

Juca do Guaraná (MDB)

Luluca Ribeiro (MDB)

Macrean

Renivaldo Nascimento

Toninho de Souza

Edna Sampaio (PT)

Robson Cireia (PT)

Ricardo Saad

Oseas Machado (MDB)

Rogério Varanda

Alex Ribeiro (PP)

Maurélio (PSDB)

Dudu Santos

Marcelo Bussiki

Vinícyus Clovito

Diego Guimarães

Mário Nadaf

Marcos Veloso

Gisele Almeida

Orival do Farmácia

Wilson Kero-Kero

Dr. Xavier

Justino Malheiros

Zidiel Coutinho

Sargento Vidal

Dídimo Vovô

Clebinho Borges

Júlio da Power

Jamilson Moura

Emídio de Souza (PSL)

Adalberto Cavalcanti

Ricardinho

Kako do CPA

Dilemário Alencar

Max Campos (PSB)

Cezinha Nascimento

Edienes Hadassa

Dr Luiz Fernando

PF Rafael Ranalli

Gabriel Henrique

Itamar Jefferson (PL)

Cristiano Paraqueda

Sebastião Moraes

Daniel

Justino Campos

Rafael "Faré"

Darley Gonçalves

Osmar Rodrigues "Chefinho"

Elenir Pereira

Prof.instrutor Joaquim Neto

Diogo Fernandes

Ade Silva

Sargento Ozeni

Dito Paulo

Paulo Macedo

Luiz BA

Professor Frankes

Paulo da VGDI

Valdemir MM

Weto Salgado

Dr. Daúde

Bob Medina

Wagner Vinícius

Luis Carlos

Carlos Henrique do Correio

Adv Cris

Elenir Pereira

Zé Carlos

Luis Cláudio

Huelton Souza

Rosenil Luiz (Canelinha de pacu) (PL)

Sargento Ozeni

Luiz Poção (PL)

Edilson Odilon (PL)

Paulinho CPA

Germânio Araújo

Chico do Leblon

Delegado Garcia

Renato Anselmo

Cleber Adôrno

Doidinhoducorte

Neno do Pascoal Ramos

Prof. Jorginho

Itamar Carvalho

Sidney de Souza

Marquinhos Carioca

Renato Anselmo

Pablo Queiroz

Pastor Jeferson

Paulo do Carmo

Vinícius Pardi

Aroldo Telles

Marcus Brito Jr.

Elzio Xaulin

Ledevino Conceição

Elias Santos

Edmilson Carmo

Gato Louco

Nilda Tosca



Informe Publicitário