Homofóbico, deputado quer homenagear filha de Silvio Santos  | MUVUCA POPULAR

Sexta-feira, 18 de Junho de 2021

MUVUCADAS Quarta-feira, 09 de Junho de 2021, 14h:01 | - A | + A




Honra a homofobia

Homofóbico, deputado quer homenagear filha de Silvio Santos

Honra a homofobia


redacaomuvuca@gmail.com

 

O deputado Gilberto Cattani (PSL), que foi considerado homofóbico por declarações envolvendo pessoas LGBTQIA+, fez indicação de título de cidadã mato-grossense, na sessão desta quarta-feira (9), na Assembleia Legislativa, à apresentadora do SBT, Patrícia Abravanel.

Na semana passada, a filha de Sílvio Santos defendeu maior compreensão dos gays a pessoas que ela chamou de “conservadoras” e debochou da sigla LGBTQIA+.

“Eu acredito que nós, mais velhos, e nós que fomos educados por pais mais conservadores, a gente está aprendendo, a gente está se abrindo, mas eu acho que é um direito também das pessoas respeitarem. Por que não concordar em discordar?”, comentou ela.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(3) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

J A Silva - 10-06-2021 07:16:47

É. Atualmente, fora embolsar imoralmente (mas legalmente) nossa grana, a do povo, a da sociedade, DEPUTADOS, tanto os estaduais, como a(s) federal(s), só servem pra isso: homenagear o lixo! Ou discordar dele!

Responder

1
0


Mariazinha - 09-06-2021 17:18:04

CÚ DE VELÚÚÚĎDOOOOOO....

Responder

4
1


Opasso - 09-06-2021 15:30:03

É triste quando a gente vê parlamentares sustentados com dinheiro público cuja principal ocupação é "prestar homenagens" e discutir "moral e bons costumes" pra lá de questionáveis. Não, não é pra isso que eles foram colocados nas casas de leis. Foram colocados lá pra melhorar a vida da população - daqueles que votaram neles e também daqueles que não votaram neles. Uma sugestão para projeto de lei e para o regimento das câmaras e assembleias: as indicações para recebimento de homenagens devem ser limitadas a duas por ano, no máximo. Assim, diminuiria bastante essa "nobre preocupação" dos parlamentares e eles teriam mais tempo para se dedicar aos outros assuntos: saúde, educação, saneamento, economia, fiscalização da aplicação dos recursos públicos etc.

Responder

8
0


3 comentários

coluna popular
Flávio Bolsonaro esteve no gabinete do deputado
Rumo ao Interior
No parlamento e na Igreja
PL em andamento
Covid-19

Últimas Notícias
17.06.2021 - 22:59
17.06.2021 - 21:46
17.06.2021 - 21:18
17.06.2021 - 21:16
17.06.2021 - 21:12




Informe Publicitário