Justiça determina exoneração imediata de delegada em Cuiabá  | MUVUCA POPULAR

Terça-feira, 12 de Novembro de 2019

MUVUCADAS Segunda-feira, 14 de Outubro de 2019, 18h:39 | - A | + A




Improbidade administrativa

Justiça determina exoneração imediata de delegada em Cuiabá

Improbidade administrativa


redacaomuvuca@gmail.com

O juiz Francisco Rogério Barros, da Primeira Vara Especializada da Fazenda Pública de Rondonópolis, notificou a Secretaria de Segurança de Mato Grosso para que seja efetivada a exoneração da delegada Anaíde Barros, membro da Polícia Judiciária Civil (PJC), condenada em 2012 por ato de improbidade administrativa.

O processo transitou em julgado no dia 28 de fevereiro de 2019. Além de ser exonerada, a delegada deve pagar multa no valor de R$ 71 mil, está proibida de contratar com o Poder Público e terá os direitos políticos suspensos pelo prazo de três anos.  

O Ministério Público (MPE) propôs ação em 2006 contra Anaíde e Nivaldo Duque dos Santos, dizendo, em síntese, que, no dia 11 de agosto daquele ano  foi encaminhada à promotoria de Justiça cópia dos autos de inquérito noticiando "condutas delituosas".

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários