Neutralidade de Mendes pode gerar graves consequências  | MUVUCA POPULAR

Sexta-feira, 10 de Abril de 2020

MUVUCADAS Terça-feira, 18 de Fevereiro de 2020, 10h:07 | - A | + A




Eleição suplementar

Neutralidade de Mendes pode gerar graves consequências

Eleição suplementar

 

A reunião do DEM que definiu o nome de Júlio Campos como candidato ao Senado terminou com a previsível ‘neutralidade’ do governador Mauro Mendes sobre o tema.

Para não se indispor, de um lado, com o partido e, de outro, com o seu vice, Otaviano Pivetta, Mendes não escolhe a quem apoiar. Mas essa posição pode render dor de cabeça assim mesmo.

O chefe do Executivo está de fato em uma sinuca de bico. Se escolher apoiar alguém pode desagradar pessoas muito próximas ou companheiros de partido. Se decidir não se envolver, também não escaparia de enfrentar constrangimentos mais adiante.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários

coluna popular
Assessor de Jayme Campos
Não está de olho em reeleição
Intuito é que a população monitore contaminados
Pesquisa foi divulgada pela UFMT
Partido se prepara para eleições

Últimas Notícias
10.04.2020 - 07:54
09.04.2020 - 21:54
09.04.2020 - 20:51
09.04.2020 - 20:27
09.04.2020 - 19:18


Carlos Fávaro (PSD)

Coronel Rúbia (Patriota)

Elizeu Nascimento (DC)

Gisela Simona (Pros)

José Medeiros (Podemos)

Júlio Campos (DEM)

Nilson Leitão (PSDB)

Otaviano Piveta (PDT)

Procurador Mauro (PSOL)

Reinaldo Morais (PSC)

Valdir Barranco (PT)

(Nenhum deles)

Feliciano Azuaga



Informe Publicitário