Gaeco cumpre mandados de prisão contra policiais por venda ilegal de armas  | MUVUCA POPULAR

Segunda-feira, 23 de Setembro de 2019

POLÍCIA Quarta-feira, 21 de Agosto de 2019, 08h:23 | - A | + A




Operação em andamento

Gaeco cumpre mandados de prisão contra policiais por venda ilegal de armas

Ocorrência está em andamento

 

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) cumpre mandados de prisão contra policiais militares na manhã desta quarta-feira (21), em Cuiabá. Informações preliminares são de que a operação investiga venda ilegal de armas.

São alvos: tenente-coronel Marcos Eduardo Paccola, tenente-coronel Alessandro Parreira de Jesus, tenente Thiago Satiro Albino e tenente Cleber de Souza Ferreira, que já está preso suspeito de participar da entrada de um freezer com 80 celulares na Penitenciária Central do Estado.

Neste momento, os peritos estao dentro do comando geral periciando as armas.

A assessoria de imprensa do Ministério Público - órgão pelo qual o Gaeco está vinculado - ainda vai se posicionar sobre o caso.

Mais informações em instantes

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(6) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Breno Luís - 21-08-2019 10:28:03

A única coisa que não dar dinheiro no Brasil e ser honesto

Responder

0
0


Carina - 21-08-2019 10:22:15

Parabéns Equipe de plantão .....que continuem intensificando a busca. E tirando os joios da policia

Responder

3
0


Pedro Elias - 21-08-2019 10:21:32

Inacreditável!

Responder

0
0


Mauro - 21-08-2019 10:20:44

Que fim, policia tendo que prender policial, onde era para ter só gente honesta

Responder

0
0


Lourraine - 21-08-2019 10:18:41

As drogas e armas são vendidas sem fiscalização as vez quem tem que fiscalizar está participando dos esquemas

Responder

0
0


Jessica Marina - 21-08-2019 10:17:14

o Brasil está cheio de armas ilegais. E na minha opinião, o principal problema são as penas brandas que existem para porte de arma ilegal e o tráfico de armas de fogos.

Responder

2
0


6 comentários