Mulheres são mortas com facadas na cabeça e enterradas em canavial | MUVUCA POPULAR

Domingo, 25 de Outubro de 2020

POLÍCIA Sexta-feira, 17 de Janeiro de 2020, 08h:44 | - A | + A




CRUELDADE

Mulheres são mortas com facadas na cabeça e enterradas em canavial

Homem de 31 anos está preso em Peixoto de Azevedo (691 km ao Norte de Cuiabá) suspeito de matar a cunhada e uma amiga dela, na quinta-feira (16). O crime cruel vitimou Maria Cleilde Monteiro Brandão, 34, e Nérias Dantas Amorim, 20. Os corpos foram encontrados enterrados em um canavial com várias marcas de facadas nas cabeças.

 

Conforme apurado pela reportagem, o homem é suspeito de agredir a ex-mulher, irmã e amiga das vítimas. Ela foi embora da cidade de União do Norte, após registrar várias ocorrências de ameaça e até mesmo de violência doméstica.

A irmã e a amiga ficaram para cuidar da casa, mas na manhã de quinta, elas faltam trabalho e não foram vista pelos vizinhos, que acharam estranhos. Uma testemunha, ao procurar pelas vítimas, encontrou um rastro estranho que levava ao canavial.

 

Lá, ele encontrou algumas enxadas e percebeu a terra mexida. Quando ele cavou, por mais de um metro, encontrou uma lona cobrindo dois corpos, identificado como sendo de Maria e Nerias.

 

Investigação

Polícias Militar e Civil foram acionadas e começaram as diligências na casa das vítimas, na Chácara São José. Tudo indica que o crime foi premeditado. A perícia apontou que a casa foi arrumada logo após a ação.

 

O suspeito lavou roupa, arrumou o quarto e ainda teve tempo de tirar o sangue. Mas, como usou de crueldade para matar a vítima, muito sangue respingou pelos móveis e ele não limpou. 

 

 

Os peritos apontaram que havia DNA das mulheres em vários lugares pela casa. Sangue nas paredes, móveis e até na máquina de lavar. Nérias foi morta degolada e ainda levou ao menos 9 facadas na cabeça. 

 

Já a ex-cunhada ele teria matado com uma paulada na cabeça e em seguida, deu ao menos 9 facadas na cabeça dela, igual Nérias. 

 

Prisão 

Quando o crime tomou repercussão na cidade, o suspeito apareceu horas depois no Batalhão da PM na tentativa de se defender das acusações.

 

Mas, ele acabou sendo detido e encaminhado para a Delegacia de Peixoto de Azevedo, onde sengue preso como o principal suspeito. 

 

 

Todos os indícios levam a crer que ele é o autor do crime. Inclusive, foi pego em posse do celular da cunhada. Durante todo o dia, ele ainda se passou por ela durante conversas pelo WhatsApp com a patroa da vítima.

 

Aproveitou ainda para ligar para a ex-mulher, irmã da vítima, fazendo ameaças. O crime segue sendo investigado.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários

coluna popular
Era servidora municipal
Sem chance
Corrida ao Senado
Desmandos, assedio moral e denúncias
Live marcada para domingo

Últimas Notícias
24.10.2020 - 18:19
24.10.2020 - 18:04
24.10.2020 - 15:13
24.10.2020 - 13:01
24.10.2020 - 12:23


Muvuca (PL)

Adevair Cabral (PTB)

Chico 2000 (PL)

Misael Galvão (PTB)

Ricardo Lobo (PL)

Aladir (PL)

Sargento Joelson (SD)

Juca do Guaraná (MDB)

Luluca Ribeiro (MDB)

Macrean

Renivaldo Nascimento

Toninho de Souza

Edna Sampaio (PT)

Robson Cireia (PT)

Ricardo Saad

Oseas Machado (MDB)

Rogério Varanda

Alex Ribeiro (PP)

Maurélio (PSDB)

Dudu Santos

Marcelo Bussiki

Vinícyus Clovito

Diego Guimarães

Mário Nadaf

Marcos Veloso

Gisele Almeida

Orival do Farmácia

Wilson Kero-Kero

Dr. Xavier

Justino Malheiros

Zidiel Coutinho

Sargento Vidal

Dídimo Vovô

Clebinho Borges

Júlio da Power

Jamilson Moura

Emídio de Souza (PSL)

Adalberto Cavalcanti

Ricardinho

Kako do CPA

Dilemário Alencar

Max Campos (PSB)

Cezinha Nascimento

Edienes Hadassa

Dr Luiz Fernando

PF Rafael Ranalli

Gabriel Henrique

Itamar Jefferson (PL)

Cristiano Paraqueda

Sebastião Moraes

Daniel

Justino Campos

Rafael "Faré"

Darley Gonçalves

Osmar Rodrigues "Chefinho"

Elenir Pereira

Prof.instrutor Joaquim Neto

Diogo Fernandes

Ade Silva

Sargento Ozeni

Dito Paulo

Paulo Macedo

Luiz BA

Professor Frankes

Paulo da VGDI

Valdemir MM

Weto Salgado

Dr. Daúde

Bob Medina

Wagner Vinícius

Luis Carlos

Carlos Henrique do Correio

Adv Cris

Elenir Pereira

Zé Carlos

Luis Cláudio

Huelton Souza

Rosenil Luiz (Canelinha de pacu) (PL)

Sargento Ozeni

Luiz Poção (PL)

Edilson Odilon (PL)

Paulinho CPA

Germânio Araújo

Chico do Leblon

Delegado Garcia

Renato Anselmo

Cleber Adôrno

Doidinhoducorte

Neno do Pascoal Ramos

Prof. Jorginho

Itamar Carvalho

Sidney de Souza

Marquinhos Carioca

Renato Anselmo

Pablo Queiroz

Pastor Jeferson

Paulo do Carmo

Vinícius Pardi

Aroldo Telles

Marcus Brito Jr.

Elzio Xaulin

Ledevino Conceição

Elias Santos

Edmilson Carmo

Gato Louco

Nilda Tosca



Informe Publicitário