Alunos de Medicina se recusam a pagar R$ 10 mil por mês em EAD na Unic | MUVUCA POPULAR

Sexta-feira, 05 de Junho de 2020

POLÍTICA Quarta-feira, 01 de Abril de 2020, 18h:10 | - A | + A




Manifestação

Alunos de Medicina se recusam a pagar R$ 10 mil por mês em EAD na Unic

Universidade faz pouco caso dos estudantes e institui aulas essenciais online


redacaomuvuca@gmail.com

Unic.jpg

Foto: Reprodução

As determinações da Universidade de Cuiabá (Unic), para o momento de enfrentamento ao Covid-19, estão provocando a rejeição dos alunos em relação às medidas impostas para o curso de Medicina da instituição.  

A turma se viu sem escolhas quando, em comunicado enviado por WhatsApp, a coordenação do curso de Medicina anunciou que as disciplinas/módulos seriam ofertados a distância, em formato online. 

Em carta, os representantes do curso, que estavam afastados da instituição desde o último dia 16 e tinham previsão de volta apenas no dia 05 de abril, contestaram a decisão tomada pela faculdade, sem ter acontecido antes uma consulta prévia aos alunos que investem mensalmente R$ 9.808.00 no ensino.  

“Aulas online trariam um prejuízo educacional muito grande, uma vez que a universidade utiliza o método ABP (Aprendizado Baseado em Problemas), sendo o aluno o protagonista do aprendizado e a metodologia totalmente presencial e prática. Além disso, o Ministério da Educação deixou claro que atividades práticas não poderiam ser feitas de modo à distância, em hipótese alguma”, os alunos contestam na carta.

Em resposta dada em carta da coordenação, as aulas práticas do curso serão repostas em julho, caso tudo tenha se estabilizado, mas as tutorias no formato digital já tiveram início nesta semana.

Conforme os futuros médicos, a instituição se mostrou desorganizada em relação às medidas adequadas que deveriam ser tomadas para enfrentar tal situação.

A Unic impôs para ensino online o uso da plataforma Teams, que é aprovada pelo MEC, mas segundo os alunos, ainda não está pronta e nem os professores sabem explicar quando os discentes solicitam por maiores informações.

“A faculdade se mostrou totalmente desorganizada no momento de início das aulas online, porque a plataforma a qual foi prometida ainda não está pronta e os alunos se viram perdidos e despreparados para o início dessas”, escreveram no documento.

No entanto, a justificação dada no texto da Unic é que a falta da atividade no formato EAD agora prejudicaria as férias de dezembro e janeiro da instituição e, consecutivamente, a formatura de outras turmas.

Da mesma maneira a insatisfação se estende para o investimento feito pelos alunos, com mensalidade estimada em quase 10 mil reais, eles manifestam no documento que “sentem-se lesados financeiramente, pois a carga-horária está reduzida e a mensalidade está sendo cobrada de maneira integral.”

Sobre um possível ajuste no valor mensal do curso, a Universidade de Cuiabá não se pronunciou até o momento. As aulas no formato on-line já estão sendo realizadas e os alunos na carta prometeram procurar os órgãos responsáveis.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(4) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Valda Ap Barreto de Miranda - 02-04-2020 09:57:47

A corda só arrebenta pro lado mais fraco

Responder

3
0


alex r - 01-04-2020 20:33:57

Se eu assistir video aula online na net posso me formar em qualquer curso?

Responder

4
0


João Alves da silva - 01-04-2020 20:14:34

Seria uma falta de responsabilidade da entidade educacional, em aplicar aulas de medicina onlaine. Os alunos tem razão, não só, pelo valor da mensalidade, mais pela responsabilidade de cada aluno que exercerá uma profissão de alta complexidade.

Responder

11
0


João Alves da silva - 01-04-2020 20:12:27

Seria uma falta de responsabilidade da entidade educacional, em aplicar aulas de medicina onlaine. Os alunos tem razão, não só, pelo valor da mensalidade, mais pela responsabilidade de cada aluno que exercerá uma profissão de alta complexidade.

Responder

4
0


4 comentários

coluna popular
Fiscalização continua
Assintomático e isolado em casa
Ninguém quer assumir
Números não param de subir
Presidente do PV é cotado à prefeitura de Cuiabá

Últimas Notícias
05.06.2020 - 21:46
05.06.2020 - 20:06
05.06.2020 - 19:43
05.06.2020 - 19:40
05.06.2020 - 19:34




Informe Publicitário