Assessor de deputado alega ter sido empurrado pelo vereador Renivaldo | MUVUCA POPULAR

Terça-feira, 18 de Junho de 2019

POLÍTICA Sexta-feira, 15 de Março de 2019, 14h:32 | - A | + A




CÂMARA DE CUIABÁ

Assessor de deputado alega ter sido empurrado pelo vereador Renivaldo

(redacaomuvucapopular@gmail.com)
Redação

ce2aa5e907b73483ceea6ba285903793.jpg

 

Em entrevista ao emanuelzinho, o coordenador do Movimento Brasil Livre (MBL) Rafaell Millas, que é assessor do deputado estadual Ulysses Moraes (DC), alegou que não empurrou o vereador Renivaldo Nascimento (PSDB) durante sessão sobre a taxação do Uber, e que na verdade foi empurrado pelo parlamentar. “Não empurrei ele, no corredor ele veio atrás de mim e me empurrou”, disse o assessor.

Rafaell ainda conta que o parlamentar ficou irritado com sua manifestação de apoio ao discurso de Abílio Júnior (PSC), e que não é a primeira vez que esse vereador se exalta. “Ele é um cara bem destemperado, tenta sempre partir para briga”, finalizou

A confusão começou quando o vereador Renivaldo alegou ter sido empurrado por Rafaell. No vídeo da sessão, é possível ver o vereador reclamando que foi empurrado e logo em seguida sai do plenário, quando Abílio tentou impedi-lo de passar. Mesmo assim, o vereador passou pelo colega e foi atrás de Millas.

Por 17 votos a favor e cinco contra, a Câmara de Cuiabá aprovou o projeto de lei que prevê cobrança de R$ 155 de taxa de vistoria dos veículos e uma taxa de licenciamento de 5 centavos por km rodado para os motoristas dos serviços de transporte de passageiros via aplicativo, como Uber e 99. A decisão foi tomada nesta quinta (14). Votaram contra a mensagem do Executivo municipal os vereadores Marcelo Bussiki (PSB), Diego Guimarães (PP), Abílio Junior (PSC), Felipe Wellaton (PV) e Dilemário Alencar (Pros).

Os vereadores também acataram parecer da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e rejeitaram projeto de emenda à lei de autoria Bussiki , que tornava obrigatória a implantação de ponto de parada para os motoristas  em locais públicos da Capital. Com isso, o texto acabou arquivado.

VÍDEO

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários