“Bancada hoje está muito unida”, garante presidente do PSL em MT  | MUVUCA POPULAR

Sexta-feira, 14 de Maio de 2021

POLÍTICA Segunda-feira, 03 de Maio de 2021, 10h:51 | - A | + A




União da direita

“Bancada hoje está muito unida”, garante presidente do PSL em MT

Conflitos são coisa do passado


redacaomuvuca@gmail.com

 

O presidente do PSL em Mato Grosso, Aécio Rodrigues, garantiu em entrevista ao Muvuca Popular que a sigla está mais unida do que nunca e apesar de algumas notícias informarem que o deputado federal Nelson Barbudo (PSL) se filiaria ao DEM, ele deve permanecer no partido.

“Até o momento não tivemos nenhuma conversa com o Barbudo, já tive conversa com o Delegado Claudinei, que desde o ano passado já vinha falando que iria permanecer. Em nenhum momento ele falou que deixaria o PSL. Então, a bancada hoje está muito unida, os quatro deputados estaduais e é apenas uma decisão do Nelson, se ele desejar permanecer, por mim, não tem qualquer preocupação, não tenho nada contra ele”, garantiu o presidente.

Questionado sobre as eleições de 2022, o presidente garantiu que as articulações estão a ‘todo vapor’, sendo que o partido já teria oito nomes para disputar a Câmara dos Deputados. Contudo, os nomes ainda estão sendo ‘guardados a sete chaves’ e só revelou um provável candidato.

“A gente tem uma chapa de deputados federais, inclusive, eu devo disputar uma das vagas também, disputar contra o Nelson, mas na maior tranquilidade. E já tem oito ou nove nomes colocados para Câmara Federal dentro do PSL”, adiantou.

Contudo, a união não reina apenas no PSL, mas também em toda a direita em Mato Grosso. Segundo Aécio, o grupo deve se manter alinhado para não dividir o grupo como ocorreu na eleição suplementar ao Senado Federal, quando foram lançados cinco nomes na disputa.

“Resolvemos nos unir, independente de outros candidatos, tem um grupo forte de bastante pessoas querendo disputar a Câmara Federal, a Assembleia Legislativa, também querendo se colocar no governo, mas vai ser uma questão de reunir o grupo, de não deixar dividir e não deixar acontecer o que aconteceu em 2020 com a eleição de Senado suplementar”, declarou.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários

coluna popular
Está no grupo de risco
Primeiro Hospital Regional
Grupo com comorbidades
Prêmios de 10 e 5 mil reais
Sonho antigo

Últimas Notícias
13.05.2021 - 21:35
13.05.2021 - 21:31
13.05.2021 - 21:26
13.05.2021 - 21:23
13.05.2021 - 21:18




Informe Publicitário