Bolsonaro volta atrás e diz que nunca conheceu pai de presidente da OAB | MUVUCA POPULAR

Segunda-feira, 23 de Setembro de 2019

POLÍTICA Sábado, 24 de Agosto de 2019, 20h:13 | - A | + A




"Não quis ofender"

Bolsonaro volta atrás e diz que nunca conheceu pai de presidente da OAB

Presidente declarou em ofício encaminhado ao STF que apenas ligou a ocorrência com a época


redacaomuvuca@gmail.com

Presidente Jair Bolsonaro - Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro enviou ofício ao Supremo Tribunal Federal (STF) dizendo que não teve a intenção de ofender ou de acusar de crime o militante Fernando Augusto de Santa Cruz Oliveira quando falou publicamente sobre seu desaparecimento durante a ditadura militar. A manifestação foi feita em resposta a um pedido de esclarecimento feito pelo presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, filho do militante.
A fala de Bolsonaro que suscitou a polêmica foi: “Um dia, se o presidente da OAB quiser saber como é que o pai dele desapareceu no período militar, conto pra ele. Ele não vai querer ouvir a verdade. Conto pra ele. Não é minha versão. É que a minha vivência me fez chegar nas conclusões naquele momento. O pai dele integrou a Ação Popular, o grupo mais sanguinário e violento da guerrilha lá de Pernambuco e veio desaparecer no Rio de Janeiro”.

No ofício enviado ao STF, Bolsonaro esclareceu que atribuiu a violência ao grupo de esquerda , e não a Fernando Santa Cruz. “Como se percebe, não imputei qualquer crime ao pai do interpelante (não tendo sido apontado qualquer ato específico de violência por ele praticado) ou ao próprio requerente, sendo certo que a característica negativa a que me referi dirigia-se ao grupo e não à pessoa do pai do interpelante”.

Bolsonaro acrescentou que a participação do pai do presidente da OAB no grupo Ação Popular era fato inquestionável. “Portanto, a participação do pai do interpelante em grupo de esquerda, contrário ao regime militar, não parece ser fato passível de maiores dúvidas, enquanto a periculosidade do grupo pode ser percebida por notas históricas. Assim, minhas declarações dizem respeito ao grupo em si, e não à pessoa do pai do interpelante, que sequer tive a oportunidade de conhecer”.
O presidente da República também afirmou que não teve a intenção de ofender ninguém com suas declarações.

“No tocante à forma pela qual teria ocorrido a morte do pai do interpelante, limitei-me a expor minha convicção pessoal em função de conversas que circulavam à época. Considerando que essa percepção da realidade não se alinha a documentos oficiais, a mesma foi anunciada pela mídia em tom de grave ofensa. Contudo, não imputei fato previsto como crime ao pai do interpelante. Por fim, não tive qualquer intenção de ofender quem quer que seja, muito menos a dignidade do interpelante ou de seu pai”.

A partir da resposta de Bolsonaro, a Procuradoria-Geral da República (PGR) deve se manifestar sobre eventual necessidade de investigar o presidente por crime contra a honra, ou se é caso de arquivamento. A palavra final cabe ao relator do processo, ministro Luís Roberto Barroso.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(10) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

alexandre - 26-08-2019 12:26:18

estrela decadente, lula tá preso, raddad condenado, Bolsonaro é falador, mas vai mudar o Brasil para melhor, reconstruir o pais depois de 15 anos de lulopetismo, não é facil..

Responder

1
3


Helio Silva - 26-08-2019 10:53:52

Carlos nunes, pergunta para Datena quanto ele, ratinho e outros apresentadores de TV estão recebendo do bozo para não abrir a bocarra contra o seu governo. Governo que nenhum país faz questão de ter um cagão sentado em suas mesas. Para de falar desse presidente que nao sabe representar uma nação. Homem desqualificado, inútil, sem moral, já era; nem seu filho ja nao acredita. Acabou o clã. Esse tem que nascer de novo.

Responder

1
1


- 26-08-2019 10:38:28

Não existe mimimi meu filho, pare de colocar comentarios de gente idiota a favor de um homem rude, babaca, que o mundo não esta tolerando. Homem sem moral, sem um pingo de respeito pelo povo brasileiro, um homem fraco que se acovarda em redes sociais escrevendo mentiras e ao mesmo tempo se desculpando quando é criticado. Isso não é papel de um presidente. Eu sou da época do militarismo, e não tenho nada contra. Agora convenhamos, um Capitão kkkkkkkk Nada contra, procura saber as diferenças de um Capitão para um general. Você pode pensar, e o Lula, analfabeto, sem estudo. Eu te respondo: Lula é uma estrela, Ele brilha e não se apaga. Lula é uma idéia.

Responder

2
2


Ivanildo - 26-08-2019 03:47:02

Esse Presidente e um verdadeiro debil mental iguais aos que elegeram eles. So falam merda

Responder

5
1


Fenix - 25-08-2019 22:11:05

ESSE É O PRIMEIRO PRESIDENTE DO BRASIL QUE CAGA PELA BOCA...

Responder

7
1


José Simeão - 25-08-2019 08:53:38

Esse é o presidente MANECÃO. Fuxiqueiro e mentiroso!! Engraçado que seus parças compartilham dos mesmos atributos.

Responder

12
4


alexandre - 25-08-2019 07:19:25

Muito mimimi petebas, ele não teve intenção de ofender, pena que o Lula não faz o mesmo...

Responder

6
13


Alex Sangue - 26-08-2019 09:49:34

Eu sou da Blosoglodita.

Responder

2
2


Carlos Nunes - 24-08-2019 22:01:32

Ih! De FHC até Temer foram ASSASSINADAS no país mais de 1 MILHÃO DE PESSOAS...segundo o Datena por absoluta InSegurança Pública, e os militares já tinham saído do Poder faz tempo. Dessas 1 MILHÃO na certa "pais" de muita gente foram assassinados. Tem que culpar Quem pela morte desses país? Alguém foi responsável por essa InSegurança Pública...na certa esses desgovernos que passaram, que nem competência pra fechar as nossas fronteiras, e evitar a entrada de Armas & Drogas tiveram.

Responder

7
10


Carlo Nunex - 26-08-2019 09:48:24

Eu sou uma máquina de FAKE NEWS.

Responder

3
0


10 comentários