Casal de idosos denuncia pai de Wellaton por coação por conta de imóvel | MUVUCA POPULAR

Segunda-feira, 18 de Janeiro de 2021

POLÍTICA Quinta-feira, 26 de Novembro de 2020, 12h:04 | - A | + A




Sérias acusações

Casal de idosos denuncia pai de Wellaton por coação por conta de imóvel

Situação foi relatada em uma coletiva na manhã desta quinta


redacaomuvuca@gmail.com

Rogério Florentino / OD

casal.jpg

 

Em uma coletiva de imprensa realizada na manhã desta quinta-feira (26), um casal de moradores da Comunidade São Gonçalo Beira Rio, disse sofrer ameaças por parte do pai do candidato a vice-prefeitura de Cuiabá, Felipe Wellaton (Cidadania). A situação, segundo as vítimas, acontece já há oito anos, sendo que Dilmar Antônio Barrio, já até ameaçou “passar o trator” em cima do familiar de uma das vítimas, isso por conta de uma briga no terreno onde os idosos moram.

De acordo com as informações, o pai do parlamentar possui uma área que é anexa à casa onde o casal reside desde 2012. Com isso, Dilmar teria que passar pelo imóvel dos dois para se locomover e chegar até um rio que há ali próximo. Ainda conforme os relatos, sem motivo algum, começou a ameaçar os dois dizendo que o terreno em questão seria dele, apresentando ainda um documento de compra e venda, que não se sabe a procedência.

“Ele chegava com polícia e falava que nós tinha que desocupar, porque se nós não desocupasse ele ia passar por cima. Até prometeu meu neto, passar o trator em cima do meu neto (...) e nós pagamos pela área”, citou dona Maria Pedrosa, uma das vítimas.

Ao esclarecer os fatos, a idosa reiterou que Dilmar fazia de tudo para impossibilitar a passagem dela, seu marido e o neto, que chegou a morar na residência por um tempo. Segundo ela, o homem chegou a trancar o portão várias vezes, impossibilitando que eles saíssem do terreno em questão.

“Ele falou que ia quebrar a casa, em cima de nós se peitassem ele. A ação dele é muito truculenta, com ele não tem conversa”, declarou.

O marido da mulher, Agripino do Amaral, disse aos jornalistas que ele teria comprado a pequena área de uma pessoa denominada “seu Manuel”.

Para comprar o imóvel, o idoso informou ter pago cerca de R$ 80 mil reais. Ao fechar o negócio, Agripino colocou também uma casa de oito peças localizada em Várzea Grande, além de um carro que ele possuía.

Agripino disse que houve ainda uma audiência para resolver a situação, porém, não soube informar em qual data aconteceu. Segundo a vítima, a situação não se resolveu, isso porque a juíza só “olhou” para eles.

Logo o senhor teria descoberto que a magistrada em questão era amiga de Wellaton. O homem ainda citou que uma assessora ia todo dia na residência para “cuidar deles”. Outra audiência teria sido marcada, porém, o idoso estava doente e ficou impossibilitado de ir.

O processo em questão citado por Agripino ainda deverá ser analisado, para saber em qual situação de trâmite está.

As vítimas pedem uma resolução para o fato, pois se sentem com "medo" no momento.

Outro lado

A assessoria do atual vereador se manifestou sobre o caso. Confira a nota na íntegra:

O senhor Dilmar Alves informa que a área de três hectares localizada no bairro São Gonçalo Beira Rio, em Cuiabá, foi adquirida em 20 de abril de 1990 pela Transmoviterra Locação de Máquinas Pesadas e Terraplanagem LTDA., empresa que o Sr. Dilmar é sócio.

A empresa Transmoviterra sempre respeitou os limites do imóvel. Jamais houve qualquer espécie de tentativa de invasão ou retirada do Sr. Agripino do imóvel, que ele alega ser proprietário, mas não apresenta a escritura.

O Sr. Agripino tenta desconstruir a realidade fática, já consagrada judicialmente em 2013, conforme sentença do processo número: 24165-54.2013.8811.0041.

Esse tipo de narrativa surge em todas as eleições e mais uma vez, o candidato à reeleição Emanuel Pinheiro distorce a verdade tentando prejudicar à imagem de pessoas que nada tem a ver com o fato em questão.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(3) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Carlos Nunes - 26-11-2020 14:59:25

Ih! De hoje até domingo vai pintar muitos Fakes News...pra derrubar candidato...Cuidado! Até provar que focinho de porco não é tomada, a eleição já aconteceu e o cara pode perder a Eleição. Acredite quem quiser, uai. Só não é Fake News imagem...vídeo...pois uma imagem vale mais do que mil palavras...Até áudio pode falsificar, pois uma pessoa pode imitar a voz da outra...mas vídeo não tem como...Tio Silval conseguiu fazer a maior pegadinha da História Política de Mato Grosso, e do Brasil...conseguiu juntar na mesma sala a turma toda...e vai pacotes de dinheiro nas bolsas, nas pastas, nos bolsos...Sobrou dinheiro pra encher tudo isso...e faltou pra Saúde, pra fazer UTI...aí, morreu muita gente pelo Covid-19, por falta de UTI. Tio Silval, chorando as mágoas, já disse: mandou gravar a turma, porque não aguentava mais ser chantageado...só queriam aprovar os projetos dele na Assembleia, se corresse dinheiro. É o que o tio Boris Casoy já disse várias vezes, pelos canais onde passou...é o famoso "toma lá, dá cá"...Toma os pacotes de dinheiro, agora aprova os projetos...Sem pacotes, sem projetos. A praga nacional não é o Covid-19...é a maldita da Corrupção...

Responder

2
3


alberto - 26-11-2020 14:40:12

mUVUCA MAIS UMA VEZ SE VENDENDO....POIS É MUVUCA LIGUEI VÁRIAS VEZES COM VC ACREDITANDO QUE FARIA UM JORNALISMO DE VERDADE E É VENAL E TORTUOSO COM O FITO DE ANGARIAR GRANA....O MAIS INTERESSANTE EM PERÍODO ELEITORAL BEM A CALHAR PARA O MUVUCA POPULAR E PRÁTICA DE NENÉU DO PALETÓ...SAI FORA...AINDA MAIS COLOCAR O CASAL DE IDOSOS EM COLETIVA KKKKK PAPO FURADO.....19

Responder

2
5


alexandre - 26-11-2020 12:22:11

já vi isso em eleições passadas, mesma historia, segunda feira aparece outra versão..

Responder

5
6


3 comentários

coluna popular
Melhor entre os quatro últimos gestores
Durante o trajeto
Filha está isolada
População cobra Mendes
Irresponsabilidade

Últimas Notícias
18.01.2021 - 20:34
18.01.2021 - 19:38
18.01.2021 - 19:04
18.01.2021 - 18:37
18.01.2021 - 18:07




Informe Publicitário