Corretores de imóveis repudiam fala de Abílio sobre prova da profissão | MUVUCA POPULAR

Segunda-feira, 18 de Janeiro de 2021

POLÍTICA Terça-feira, 24 de Novembro de 2020, 17h:22 | - A | + A




Veja Video

Corretores de imóveis repudiam fala de Abílio sobre prova da profissão

Os trabalhadores se sentiram ofendidos pela situação provocada pelo parlamentar


redacaomuvuca@gmail.com

Divulgação

Abílio Câmara

 

A classe corretora de imóveis de Mato Grosso emitiu uma nota de repúdio ao candidato Abílio Junior (Podemos), pelo “despreparo” do político ao dizer que arquitetos deveriam fazer uma prova que os dá direito de exercer a profissão dos corretores de imóveis. O documento que circulou por meio das redes sociais faz duros apontamentos ao atual vereador.

Os trabalhadores dessa área, no entanto, se sentiram ofendidos com a forma que sua profissão que levam tão a sério, foi tratada pelo político, que a colocou como se fosse simplesmente um “tapa buraco” para os que estão desempregados.

“(...) Demonstra seu despreparo, pois mesmo sabendo que estaria em uma autarquia federal, categoria esta que detém 13 mil profissionais e 3 mil empresas inscritas, que ajuda fomentar uma das principais receitas do município (ITBI E ISS) o senhor não procurou estudar para falar um absurdo deste”, diz parte da nota, se referindo a fala de Abílio no vídeo.

“Ainda senhor candidato, não basta uma “provinha” no CRECI, senão sabe vou lhe ensinar, nossa profissão tem duas formas de ingresso: ter ensino médio completo e estudar um curso técnico, com duração de 10 meses ou um curso superior com duração de 2 anos”, complementa o documento.

O representante da classe corretora de imóveis que emitiu a nota ainda fez uma ironia, dizendo que eles também poderiam “fazer um bico” na área de arquitetura, já que como citado por Abílio, a área dele poderia entrar na outra com uma simples prova.

“Será que não daria para nós corretores de imóveis, também fazer um bico como engenheiro ou arquiteto? Direitos iguais, não é? Então solicito que ao adentrar a uma entidade profissional que digne saber sua história e respeite a nossa classe”, conclui o documento.

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(2) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Maque - 25-11-2020 10:33:40

Não adianta trocar a cor da camiseta de cinza pra amarelo - isso não faz ninguém amadurecer. Pra que embalagem nova se o conteúdo não vai mudar?

Responder

3
0


Carlos Nunes - 24-11-2020 17:35:07

Ih! Uma área boa pro tio Abilinho meter o bedelho e mudar é o dos taxistas, uai. Os motoristas de táxi não são donos dos pontos de táxi...Tem cidadão que é dono de vários pontos. É a máfia dos pontos de táxi. Tem que retirar esses donos dos pontos, e conceder os pontos pros taxistas. Taxistas tão sendo explorados em Cuiabá, tendo que pagar diária pro dono do ponto. Como deixaram algumas poucas pessoas serem donas de vários pontos de táxi...e explorar os taxistas? Ih! Tem muitas áreas em Cuiabá, que tio Abilinho tem que mudar. Muitas máfias pra desmanchar... Ponto de táxi é público, concedido pela Prefeitura.

Responder

3
2


2 comentários

coluna popular
Melhor entre os quatro últimos gestores
Durante o trajeto
Filha está isolada
População cobra Mendes
Irresponsabilidade

Últimas Notícias
18.01.2021 - 21:49
18.01.2021 - 20:34
18.01.2021 - 19:38
18.01.2021 - 19:04
18.01.2021 - 18:37




Informe Publicitário