Deputado cobra governador para pagar auxílio de professores interinos | MUVUCA POPULAR

Terça-feira, 11 de Agosto de 2020

POLÍTICA Terça-feira, 07 de Julho de 2020, 18h:09 | - A | + A




Ajuda aos Suspensos

Deputado cobra governador para pagar auxílio de professores interinos

Benefício foi aprovado pela ALMT


redacaomuvuca@gmail.com

Após o presidente da Assembleia Legislativa (ALMT), Eduardo Botelho (DEM), promulgar a lei que garante auxílio emergencial aos professores interinos de Mato Grosso, o deputado Valdir Barranco (PT), está cobrando o governador Mauro Mendes (DEM) e a Secretaria de Estado de Educação (Seduc/MT) a pagarem o benefício.

“Os professores interinos que são do segundo calendário da Seduc, que são aqueles alcançados pela Lei 11.157, que é a Lei originada a partir do PL nº 365/2020, aprovada em 1ª e 2ª, que recebeu um substituto que gerou um auxílio emergencial, o governador vetou, depois derrubamos o veto, Mauro Mendes não sancionou novamente e coube ao presidente Eduardo Botelho promulgação tornando a Lei nº 11.157, que obriga o Estado a pagar cerca de 2500 professores, o texto da lei está claro em dizer quem são esses profissionais, são aqueles que já tinham contando ponto antes do dia 23 de março”, relatou.
Segundo o parlamentar, a categoria precisa pressionar o Governo para cumprir a lei e pagar os professores de forma retroativa. “Precisamos fazer pressão para que o governador Mauro Mendes comece a pagar, inclusive com data retroativa ao mês de março; quando começamos a enfrentar a calamidade provocada pela pandemia do novo coronavírus”, ressaltou.
Barranco também afirmou que a Casa de Leis é protagonista no processo de retomada das aulas, previstas para ocorrer no dia 3 de agosto de forma virtual.

“A aulas presenciais só voltarão a ocorrer quando a Comissão Especial de Volta Às Aulas (ALMT) tiver a certeza da segurança sanitária para toda comunidade escolar. Estudos ainda estão em andamento; portanto, não há data prevista para o retorno às salas de aula como sugerem alguns veículos de comunicação”, pontuou.

Na semana passada, Mendes anunciou que o Estado planeja chamar interinos e fazer aulas não-presenciais. Conforme o comunicado, feito pelas redes sociais, o Estado planeja retomar as aulas por meio de aulas não-presenciais (online e offline), a partir do dia 3 de agosto. 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários

coluna popular
Briga Política
Únicos políticos presentes
"Talvez você tenha esquecido seu papel"
Gestão da PM
Eleição suplementar ao Senado Federal

Últimas Notícias
11.08.2020 - 18:13
11.08.2020 - 18:09
11.08.2020 - 17:31
11.08.2020 - 16:52
11.08.2020 - 16:22




Informe Publicitário