Deputados de Mato Grosso comprometem mais da metade do salário  | MUVUCA POPULAR

Quarta-feira, 19 de Fevereiro de 2020

POLÍTICA Sexta-feira, 24 de Janeiro de 2020, 15h:49 | - A | + A




Confira Ranking

Deputados de Mato Grosso comprometem mais da metade do salário

Confira o ranking dos parlamentares mais endividados do estado


redacaomuvuca@gmail.com

Deputados capa.jpg

A situação econômica não anda favorável para ninguém, que o diga os parlamentares de Mato Grosso, que mesmo com um rendimento de R$25 mil precisaram recorrer aos empréstimos e estão com mais da metade do salário comprometido.

Conforme o portal da transparência da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), o deputado estadual Lúdio Cabral (PT) recebeu em dezembro apenas R$8.476,27, pois foi retido na sua folha de pagamento R$9.453,42, cuja especificação diz ser de “outros descontos”, sendo valores que são descontados no holerite com autorização do parlamentar. Também foi descontado do salário de Lúdio R$5.601,80 em Imposto de Renda (IR) e mais R$1.790,76 em contribuição previdenciária. Somados os descontos chegam a R$16.845,98 mil reais.

Detalhamento pagamento Ludio.jpg

 

Quem também está com mais da metade do salário comprometido é o deputado João Batista (PROS), que recebeu em dezembro apenas R$8.502,33 do rendimento de R$25 mil. Sendo que foi retido na folha de pagamento R$10.139,76, cuja especificação diz ser de “outros descontos”, mais R$5.728,20 de Imposto de Renda e R$951,96 de contribuição previdenciária.

Na sequência do ranking dos endividados vem o deputado Max Russi (PSB) que recebeu R$8.801,56, sendo que foi retido R$10.117,15, como “outros descontos”. Além de R$5.761,21 de imposto de renda e R$642,33 de contribuição previdenciária.

Outro parlamentar que está com o salário comprometido é Wilson Santos (PSDB), que recebeu R$9.883,21 do salário de R$25 mil. Na folha de pagamento foi retido R$9.035,50, como outros descontos, mais R$5.761,21 de imposto de renda e R$642,33 de contribuição previdenciária.

Contudo, nem todos os parlamentares comprometeram grande parto do rendimento. O deputado Ulysses Moraes (DC), por exemplo, recebeu em dezembro R$18.762,30. Já Romoaldo Júnior teve um salário líquido de R$20.125,97.

Confira abaixo quadro com o salário líquido de cada parlamentar de Mato Grosso. 

Deputado sexta tabela.jpg

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(2) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Helio de Abreu - 24-01-2020 18:10:59

E os 65.000,00 reais da Verba Indenizatória, gastam com que, se eles tem 3 carros oficiais para atender a cada Gabinete Parlamentar, tem combustivel (gasolina,oleo,ou etanol) para tanquear os carros,ajuda de custa para aluguel de casa na Capital, tem passagem aerea e diária para viagem e finalmente tem horas de voos de aviões pequenos para sua viagem. Cada Deputado Estadual custa aproximadamente 350.000,00 (Tresentos e cinquenta mil reais mês). Isso é uma tapa na cara dos contribuintes e do povo de Mato Grosso. O Parlamento Estadual custa 40 milhões de reais mês a nós Matogrossenses. è uma VERGONHA

Responder

6
0


jj - 24-01-2020 17:04:08

esse é o salario, e as emendas, projetos assinados para o governo...

Responder

3
0


2 comentários

coluna popular
Forças místicas
Incoerência partidária
Cuiabá sim, Várzea Grande não
Assunto superado
Amizade bandida

Últimas Notícias
19.02.2020 - 14:38
19.02.2020 - 14:30
19.02.2020 - 14:23
19.02.2020 - 14:06
19.02.2020 - 13:15




Informe Publicitário