Deputados querem destinar fundo partidário para investimentos na Saúde | MUVUCA POPULAR

Quinta-feira, 02 de Abril de 2020

POLÍTICA Quarta-feira, 25 de Março de 2020, 12h:21 | - A | + A




Recursos

Deputados querem destinar fundo partidário para investimentos na Saúde

Cerca de R$ 2 bilhões seriam utilizados no enfrentamento ao coronavírus


redacaomuvuca@gmail.com

1585152901303800.JPG

Os deputados Carlos Avallone, Faissal Calil, Silvio Fávero e Ulysses Guimarães (da esq. para dir.) se manifestaram para que o 'fundão' seja destinado para a saúde. Foto: Montagem/Reprodução.

Os deputados estaduais Carlos Avallone (PSDB), Faissal Calil (PV), Silvio Fávero (PSL) e Ulysses Moraes (PSL) defendem que o Fundo Partidário de R$ 2 bilhões, aprovado pelo presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) em janeiro, seja destinado para a saúde no combate ao coronavírus (Covid-19).

Avallone, que também é presidente estadual do PSDB, quer que a quantia seja destinada aos trabalhadores em situação de emergência e no combate à fome. O deputado pretende ainda buscar recursos com representantes do estado na bancada federal.

“O fundo eleitoral pode ser uma excelente alternativa para que possamos assegurar o mínimo para quem tanto faz pelo nosso país. Estou encaminhando uma carta à executiva nacional do partido e à bancada federal do nosso estado, pedindo que junto possamos viabilizar um programa de apoio ao trabalhador em situação de emergência e fazer com que o dinheiro do fundo eleitoral chegue nas mãos de quem mais precisa”, explicou.

Ao explicar as medidas adotadas para ajudar no combate ao coronavírus, o deputado Faissal defendeu a redução de gastos na Assembleia Legislativa e anunciou a doação de 50% do seu salário para ajudar os profissionais da saúde. “Eu gostaria que houvesse uma mobilização para que a gente revertesse esse fundo eleitoral pela saúde”, declarou.

O deputado Silvio Fávero publicou uma carta aberta apoiando que o fundo seja destinado para ações de enfrentamento à crise. “Não é de hoje que não apoio o uso de recurso público para financia campanha eleitoral, tanto que fui eleito sem utilizar dele, então, agora mais do que nunca, não é momento de pensar em eleições”, afirmou.

Outro parlamentar do PSL a se posicionar contra o recurso foi o deputado Ulysses Moraes. O partido ficou com a segunda maior parte da quantia em 2020, com cerca de R$ 202 milhões, segundo O Globo. “Fiz minha campanha sem nenhum centavo do dinheiro público. Sou a favor do fim do Fundão, e neste momento apoio os projetos que destinam o valor à saúde pública, para o combate contra o coronavírus”, disse.

Apesar das manifestações contrárias, o ‘fundão’ é responsabilidade do Congresso Nacional, onde várias propostas de suspensão já tramitam. Partidos como PT, PSL, PP e MDB analisam a possibilidade, e a proposta tem sido cogitada pelo presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), junto com a redução do salário dos Poderes.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários

coluna popular
Suspeito de coronavírus
Invenção de mato-grossense
Sargento Vidal irá assumir o cargo
Medida foi tomada devido à pandemia
Idosos estão lotando unidades

Últimas Notícias
01.04.2020 - 22:12
01.04.2020 - 20:36
01.04.2020 - 20:16
01.04.2020 - 19:35
01.04.2020 - 19:18


Carlos Fávaro (PSD)

Coronel Rúbia (Patriota)

Elizeu Nascimento (DC)

Gisela Simona (Pros)

José Medeiros (Podemos)

Júlio Campos (DEM)

Nilson Leitão (PSDB)

Otaviano Piveta (PDT)

Procurador Mauro (PSOL)

Reinaldo Morais (PSC)

Valdir Barranco (PT)

(Nenhum deles)

Feliciano Azuaga



Informe Publicitário