“Ele gosta de plateia”, diz prefeito de Poconé sobre José Medeiros  | MUVUCA POPULAR

Terça-feira, 22 de Setembro de 2020

POLÍTICA Segunda-feira, 03 de Agosto de 2020, 22h:43 | - A | + A




Suposto desvio de recursos

“Ele gosta de plateia”, diz prefeito de Poconé sobre José Medeiros

Gestor não poupou críticas ao deputado que acusou prefeitos de MT de desviar recursos enviados para Covid no Estado


redacaomuvuca@gmail.com

Foto: Reprodução

O prefeito de Poconé, Tatá Amaral (DEM), não poupou críticas ao deputado federal José Medeiros (Podemos) durante uma entrevista na TV Pantaneira. Em sua fala, o gestor afirma que Medeiros foi extremamente infeliz ao declarar que os prefeitos mato-grossenses estariam desviando os recursos da Covid-19 enviados pelo Governo Federal.

Conforme Tatá, a carreira política de Medeiros se mantém de polêmicas e mentiras, métodos utilizados para alavancar sua pré-candidatura ao Senado por Mato Grosso.

“Ele foi um deputado que ajudou muito na primeira parcela de recursos que caíram para Poconé, ao total foram 150 mil, fruto do trabalho dele, mas ele foi infeliz em seus comentários, ele tenta jogar para a plateia, é pré-candidato ao Senado e quer utilizar disso lara ganhar dividendos políticos inventando mentiras”, criticou o prefeito.

Além disso, o chefe do executivo municipal enfatizou que Medeiros já ajudou diversas vezes o município, no entanto, dessa vez, deu uma “bola fora”.

“Eu não posso reclamar do Medeiros, ele já me ajudou bastante aqui na minha gestão com um recurso de 290 mil para Saúde, mas infelizmente eu tenho repudiar a atitude dele. Ele estava lá, aprovou o auxílio e não sabe quais são as finalidades do recurso. Pra mim, ele deu uma bola fora”, disse Tatá.

Para o prefeito, esse tipo de comentário só coloca em evidência o despreparo dos deputados que aprovaram as medidas de controle ao Covid-19 no Congresso Nacional.

“Certamente os deputados estavam todos prestando atenção no Whatsapp durante a votação e não sabe nem o que votou, existe uma diferença entre o recurso para a Covid e o recurso para o auxílio financeiro, é a obrigação dele saber a diferença entre os dois e ter mais cautela nas coisas que ele fala, por isso, não só o Estado de Mato Grosso mas, o Brasil inteiro está repudiando a atitude dele”, declarou.

Intervenção Federal na Saúde de Mato Grosso

Na última semana, Medeiros solicitou uma intervenção federal na área da Saúde em Mato Grosso. No pedido protocolado no dia 25 julho no Ministério da Saúde, o parlamentar declarou que em meio a uma briga política eleitoral e jogo de empurra entre Governo do Estado e Prefeitura de Cuiabá quem está sofrendo com a falta de estrutura hospitalar é população, que está morrendo por falta de atendimento.

Além disso, o político enfatizou que recebeu denúncias de mau uso de recursos públicos federais destinados para o combate à pandemia e a falta de transparência dos gastos, culminando em escândalos registrados em licitações em cidades polo, como Rondonópolis.

“Um colapso atinge atualmente a saúde pública de Mato Grosso. Estamos em um estado de exceção sanitária. As únicas ações efetivas que as autoridades estão fazendo são as publicações constantes de decretos proibindo várias atividades comerciais, aumentando o desemprego, o caos, sem adotar medidas para amenizar o impacto do vírus em nossa sociedade. Pessoas estão morrendo por falta de atendimento, à espera de leitos de UTI para tratamento da Covid-19. Enquanto isso o governador Mauro Mendes e o prefeito Emanuel Pinheiro estão focados na briga eleitoral. O Governo Federal enviou mais de meio bilhão para Mato Grosso, mas até agora a população não viu esse dinheiro investido de fato na saúde. Falta planejamento, transparência e compromisso com o cidadão”, criticou o deputado federal.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Fabio - 04-08-2020 11:42:30

Se vocês querem saber se o Prefeito de Poconé tem razão ou não é só olhar os números de infectados e mortos por covid19 no município, um município que fica distante de grandes centros e sofre desse jeito com a doença. Quero deixar claro que não tenho politico de estimação.

Responder

0
0


1 comentários

coluna popular
Secretários querem preservar cargos
Aprovado em primeira votação
Presidente apoia desconhecida em MT
Visita de Bolsonaro
Dramatizando

Últimas Notícias
21.09.2020 - 22:33
21.09.2020 - 21:06
21.09.2020 - 20:01
21.09.2020 - 19:38
21.09.2020 - 19:00


Muvuca (PL)

Adevair Cabral (PTB)

Chico 2000 (PL)

Misael Galvão (PTB)

Ricardo Lobo (PL)

Aladir (PL)

Sargento Joelson (SD)

Juca do Guaraná (MDB)

Luluca Ribeiro (MDB)

Macrean

Ralf Leite (MDB)

Renivaldo Nascimento

Toninho de Souza

Edna Sampaio (PT)

Robson Cireia (PT)

Ricardo Saad

Oseas Machado (MDB)

Rogério Varanda

Alex Ribeiro (PP)

Maurélio (PSDB)

Dudu Santos

Marcelo Bussiki

Vinícyus Clovito

Diego Guimarães

Mário Nadaf

Marcos Veloso

Gisele Almeida

Orival do Farmácia

Wilson Kero-Kero

Dr. Xavier

Justino Malheiros

Zidiel Coutinho

Sargento Vidal

Dídimo Vovô

Clebinho Borges

Júlio da Power

Jamilson Moura

Emídio de Souza (PSL)

Adalberto Cavalcanti

Ricardinho

Kako do CPA

Dilemário Alencar

Max Campos (PSB)

Cezinha Nascimento

Edienes Hadassa

Dr Luiz Fernando

PF Rafael Ranalli

Gabriel Henrique

Itamar Jefferson (PL)

Cristiano Paraqueda

Sebastião Moraes

Daniel

Justino Campos

Rafael "Faré"

Darley Gonçalves

Osmar Rodrigues "Chefinho"

Elenir Pereira

Prof.instrutor Joaquim Neto

Diogo Fernandes

Ade Silva

Sargento Ozeni

Dito Paulo

Paulo Macedo

Luiz BA

Professor Frankes

Paulo da VGDI

Valdemir MM

Weto Salgado

Dr. Daúde

Bob Medina

Wagner Vinícius

Luis Carlos

Carlos Henrique do Correio

Adv Cris

Elenir Pereira

Zé Carlos

Luis Cláudio

Huelton Souza

Rosenil Luiz (Canelinha de pacu) (PL)

Sargento Ozeni

Luiz Poção (PL)

Edilson Odilon (PL)

Paulinho CPA

Germânio Araújo

Chico do Leblon

Delegado Garcia

Renato Anselmo

Cleber Adôrno

Doidinhoducorte

Neno do Pascoal Ramos

Prof. Jorginho



Informe Publicitário