Empresa envolvida em caso de propina detém 35% dos contratos do IFMT | MUVUCA POPULAR

Terça-feira, 24 de Novembro de 2020

POLÍTICA Domingo, 25 de Outubro de 2020, 11h:11 | - A | + A




Propinoduto do Paiaguás

Empresa envolvida em caso de propina detém 35% dos contratos do IFMT

TMF Construções foi contratada por mais de R$ 3,2 milhões e pagou propina à Casa Civil


redacaomuvuca@gmail.com

O maior contrato de prestação de serviços em andamento no Instituto Federal de Mato Grosso em 2020 é com a empresa TMF Construções e Serviços Eireli, com valor superior a R$ 3,2 milhões, segundo o Portal Transparência da instituição.

O dono da empresa, segundo o Gaeco-MT, foi quem pagou R$ 20 mil em propina ao ex-secretário adjunto da Casa Civil de Mato Grosso, Wanderson de Jesus Nogueira, preso em flagrante no mês passado, e exonerado em seguida. Segundo o Gaeco, a propina se referia a um contrato de manutenção predial do gabinete do governador Mauro Mendes (DEM).

Segundo o portal transparência do IFMT, a empresa detém R$ 3.225.611,50 em contratos de prestação de serviço ativos só neste ano, o que corresponde a 35,14% dos contratos de prestação de serviços em andamento no Instituto.

Um dos maiores contratos da empresa é com o campus Cuiabá, com valor superior a R$ 1 milhão. A descrição dos serviços prestados é semelhante a do contrato que é alvo do Gaeco no governo do estado: manutenção predial e corretiva.

Segundo a investigação do Gaeco, a empresa funciona em imóvel no Boa Esperança, um tradicional bairro residencial de Cuiabá.

As outras empresas que prestam serviços com mais altos valores na área de prestação de serviços no IFMT são a Security Segurança, com mais de R$ 783 mil em contratos (8,53% do total), e a Forte Comércio e Prestadora de Serviços, com R$ 690 mil (7,52% do total).

Os contratos foram licitados e assinados pelo reitor Willian de Paula (à esquerda na foto), que está encerrando o seu mandato e apoia o diretor do campus de Alta Floresta, professor Julio Santos (à dir.), na sucessão do comando da reitoria que deve acontecer no início do dezembro.

O IFMT tem 19 campi espalhados por várias cidades de Mato Grosso, tem mais de 25 mil alunos e tem orçamento anual em 2020 de mais de R$ 457 milhões.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários

coluna popular
Grana na conta
Problemas de saúde
Em queda
Nesta terça
Fim da linha

Últimas Notícias
24.11.2020 - 19:03
24.11.2020 - 18:28
24.11.2020 - 17:36
24.11.2020 - 17:22
24.11.2020 - 16:46




Informe Publicitário