Excesso de informação sobre coronavírus pode causar ansiedade, alerta especialista | MUVUCA POPULAR

Quinta-feira, 02 de Abril de 2020

POLÍTICA Quinta-feira, 26 de Março de 2020, 23h:00 | - A | + A




Efeito Covid-19

Excesso de informação sobre coronavírus pode causar ansiedade, alerta especialista

Recomendação é checar veracidade da notícia


redacaomuvuca@gmail.com

 

 

Os efeitos do isolamento social causado pelo coronavírus (covid-19) afetam também na saúde mental da sociedade. A terapeuta comportamental, Sirlei Theis recomenda o cuidado e bem estar emocional em tempos de quarentena, e diz que, o excesso de informação sobre o tema pode causar crise de ansiedade.

“Ficar na quarentena pode provocar vários sintomas emocionais que a pessoa precisa ter cuidado. Não ficar só ouvindo isso, assistindo isso. Porque hoje você entra no grupo de whats app e todos estão falando sobre esse tema. Então isso pode provocar crise de ansiedade e outros sentimentos que podem baixar a imunidade. Nosso emocional pode contribuir para a baixa imunidade. Assim, a pessoa fica mais propícia a contrair a doença”, comentou.

A terapeuta também lembrou que o rápido acesso as informações que recebemos e a quantidade de notícias falsas, somados ao isolamento, podem contribuir com o nervosismo.

“Hoje temos excesso de informação sobre o tema. Precisamos ter cuidado de onde estamos pegando essas informações, se elas não são fake news, e também não só viver ouvindo isso. O que pode trazer crise de ansiedade, nervosismo, ficar em estado de agitação. O que precisamos entender nesse momento é que temos atos que temos que praticar, que é a prevenção”, disse a terapeuta.

A recomendação de Sirlei é que neste momento, a maior demonstração de carinho seja o afastamento, principalmente de familiares pertencentes a grupos de risco.

“Nós brasileiros somos muito afetivos, gostamos de muitos abraços, a gente se encontra, é uma forma carinhosa. Nesse momento que estamos vivendo hoje, precisamos manifestar carinho, amor, mas de uma forma diferente. Muitas vezes nós precisamos afastar das pessoas que a gente ama, pessoas que estão no grupo de risco. Nossa prova de amor nesses casos é não ficando próximos”, concluiu.  

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Carlos Nunes - 27-03-2020 15:08:09

Ih! O Brasil já tá dividido em dois...e não é mais esquerda ou direita...agora são OS CORAJOSOS X OS APAVORADOS. Os Corajosos sabem que, quem é o Senhor da Vida e da Morte É DEUS. Como vamos morrer, quando, etc. só Ele sabe. Cada caso é um caso. Você pode estar andando na rua, levar um tombo, cair e ter um traumatismo craniano, conheço um montão de pessoas que morreu assim...não precisou de coronavírus pra morrer. Os Apavorados, não é que tenham medo do coronavírus, eles tem um pavor danado é de morrer...e a notícia de que o coronavírus tá matando não sei aonde, os apavoram...tão com medo até da sombra. Às vezes encontro um e outro...o olhar é de medo, olha pra gente como se a gente fosse transmitir o coronavírus. Parte da Imprensa é responsável por tudo isso...pois colocou, na mente e no coração das pessoas, o Medo, o Pavor, o Terror. No Brasil tem 77 mortes por coronavírus até hoje...empatou com o número de morte pela dengue, 77 também, até 7 de março. Não encontrei até agora na Internet, quantas pessoas morreram de dengue do dia 8 de março até hoje, 27. Tá 77 X 77. Deve ter morrido gente nesses últimos 20 dias de dengue no país. Então a dengue ainda é a campeã de mortes.

Responder

2
0


1 comentários

coluna popular
Suspeito de coronavírus
Invenção de mato-grossense
Sargento Vidal irá assumir o cargo
Medida foi tomada devido à pandemia
Idosos estão lotando unidades

Últimas Notícias
01.04.2020 - 22:12
01.04.2020 - 20:36
01.04.2020 - 20:16
01.04.2020 - 19:35
01.04.2020 - 19:18


Carlos Fávaro (PSD)

Coronel Rúbia (Patriota)

Elizeu Nascimento (DC)

Gisela Simona (Pros)

José Medeiros (Podemos)

Júlio Campos (DEM)

Nilson Leitão (PSDB)

Otaviano Piveta (PDT)

Procurador Mauro (PSOL)

Reinaldo Morais (PSC)

Valdir Barranco (PT)

(Nenhum deles)

Feliciano Azuaga



Informe Publicitário