Governador pressiona para Pivetta não concorrer ao Senado  | MUVUCA POPULAR

Sábado, 11 de Julho de 2020

POLÍTICA Segunda-feira, 13 de Janeiro de 2020, 12h:27 | - A | + A




ELEIÇÃO SUPLEMENTAR

Governador pressiona para Pivetta não concorrer ao Senado

Mendes prefere que Pivetta continue como vice-governador


redacaomuvuca@gmail.com

 Foto: reprodução 

O governador Mauro Mendes (DEM) voltou a defender a permanência de Otaviano Pivetta (PDT) na vice-governadoria do Estado, em vez de concorrer o Senado na eleição suplementar que deve acontecer nos próximos meses.

"O meu desejo é que ele possa continuar, porque é um grande companheiro, grande político, uma pessoa honesta que tem dedicado e contribuído com o governo. Mas, se for um desejo dele, saberei respeitar isso. Vamos aguardar para tomar as decisões", disse Mendes nesta segunda-feira (13), durante a inauguração da avenida Parque do Barbado em Cuiabá.

O chefe do Executivo também negou que uma eventual candidatura de Pivetta não irá atrapalhar a sua gestão e nem causar desgaste na base aliada. Mendes e Pivetta já tiveram duas reuniões para tratar do assunto. O governador já havia se manifestado sobre a eleição suplementar falando que não veria motivos para retirar o apoio da candidatura de Carlos Fávaro (PSD), que disputou o senado em 2018 na chapa de Mendes e Pivetta, terminando derrotado em 3º lugar.

Contudo, desde que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmou a cassação de Selma Arruda (PODE) e Pivetta entrou na disputa, o chefe do Executivo mudou o discurso e tem evitado se manifestar.

"Eu acho que por enquanto não é momento para me pronunciar. Tenho que ver melhor o cenário, eu já disse o que penso em função das eleições que aconteceram há pouco tempo, que Carlos Fávaro (PSD) nos apoiou, que estivemos juntos e não mudou nada de lá pra cá. Mas, é um novo momento, um novo cenário. Temos que aguardar as definições para tomar as posições".

Otaviano Pivetta decidiu entrar na disputa e tem articulado para garantir importantes apoio. Entre eles, o do grupo do ex-ministro Blairo Maggi (PP), já que o pedetista convidou o ex-senador Cidinho Santos (PL) para ser seu 1º suplente e o ex-deputado Adilton Sachetti (PRB) para a segunda suplência.

Ambos ficaram de dar a resposta para Pivetta ainda em janeiro. Nos bastidores, a informação é que Pivetta quer tirar Fávaro da disputa, já que ambos romperam politicamente em 2016, quando Fávaro, que era vice-governador, apoiou Luiz Pinotti para a prefeitura, derrubando assim a reeleição de Pivetta.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

alexandre - 13-01-2020 15:46:05

Pra beneficiar o candidato Favaro..

Responder

1
0


1 comentários

coluna popular
Trabalhando candidatos à vereador
Passa dos mil óbitos
Movimento cobra Seduc para nomear professores
Rondonópolis
Nesta sexta

Últimas Notícias
11.07.2020 - 18:29
11.07.2020 - 14:00
11.07.2020 - 10:03
11.07.2020 - 08:33
11.07.2020 - 08:24




Informe Publicitário