27 de Setembro de 2021

Justiça nega 3ª dose de vacina contra Covid para ex-presidente da Fiemt | MUVUCA POPULAR

 

POLÍTICA Sexta-feira, 30 de Julho de 2021, 16h:49 A | A

Portador de Doenças

Justiça nega 3ª dose de vacina contra Covid para ex-presidente da Fiemt

Jandir Milan exige ser vacinado novamente


redacaomuvuca@gmail.com

Foto: Reprodução

O juiz Gerardo Humberto Alves da Silva Júnior, da 4ª Vara Especializada da Fazenda Pública, negou o pedido do ex-presidente da Federação das Indústrias no Estado de Mato Grosso (Fiemt), o empresário Jandir Milan, que entrou com ação contra a Prefeitura de Cuiabá para tomar uma terceira dose da vacina Coronavac. A decisão foi assinada na última quinta-feira (29).

De acordo com a defesa, o empresário é portador de uma série de doenças graves e recebeu as duas doses da vacina Coronavac. No entanto, afirma não ter recebido a carga de anticorpos suficientes para combater a Covid-19 caso seja infectado.

Sendo assim, o ex-presidente decidiu solicitar uma terceira dose do imunizante, porém, de um laboratório que não fosse da Coronavac ou Astrazeneca. Além de citar o direito à saúde pública, a defesa afirma que é dever do Ministério da Saúde dar acessibilidade para a população de medicamentos de qualidade.

"A complexidade que envolve a proteção contra a doença torna desaconselhável a dosagem de anticorpos neutralizantes com o intuito de se estabelecer um correlato de proteção clínica, pois certamente não se avalia a proteção desenvolvida após vacinação apenas por testes laboratoriais “in vitro” através da dosagem de anticorpos neutralizantes", relatou.

 

Em resposta ao pedido, o magistrado pontuou que é inaceitável o ex-presidente exigir uma terceira dose para si, enquanto 550 mil brasileiros perderam a vida para a doença, por não terem a oportunidade de tomar uma única dose.

"Em um país em que apenas 18,65%13 da população se encontra totalmente vacinada, com mais de 100 milhões de pessoas aguardando a oportunidade de se protegerem de uma doença que já matou mais de 550 mil brasileiros, é inaceitável a pretensão do autor para, sem evidência científica, atender a interesse meramente individual", pontuou.

Ainda de acordo com o juiz, o Sistema Único de Saúde (SUS) trabalha para garantir a melhor imunização da população, diante de uma pandemia em que vivemos. "Bem se observa que o SUS oferece a toda população, inclusive ao autor, a vacina adequada. Assim, não estamos diante de uma omissão estatal, em especial, conforme mencionei alhures, diante de um quadro de inexistência de evidência científica para o uso da 3 ª dose".


COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários





Denuncie no muvuca popular

Email: redacaomuvuca@gmail.com / Tel: - (65) 3359-0112 - Whats: (65) 9.8167-8899

Edifício Helbor Dual, Sala 1314, cuiabá / MT 78048250

Todos os Direitos Reservados - Muvuca Popular - 2021