Mendes diz que não tem dinheiro e passou da hora de todos entenderem | MUVUCA POPULAR

Domingo, 22 de Setembro de 2019

POLÍTICA Sexta-feira, 17 de Maio de 2019, 10h:27 | - A | + A




Emendas

Mendes diz que não tem dinheiro e passou da hora de todos entenderem

Exigência parte dos parlamentares que querem enviar emendas aos municípios


redacaomuvuca@gmail.com

O governador Mauro Mendes voltou a criticar as exigências de alguns parlamentares quanto ao direcionamento de emendas parlamentares aos municípios. Ele disse que não tem dinheiro e já passou da hora de todos entenderem. A declaração do gestor aconteceu durante encontro com prefeitos na Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), nesta quinta-feira (17).

Segundo Mendes, para direcionar este recurso terá que mexer no bolso do cidadão. “Se tiver o dinheiro, ok, eu pago. Mas não tem dinheiro, certo? Se eu chegar ao cidadão e disser: ‘olha, para pagar as emendas aos municípios, você cidadão vai pagar essa conta, eu vou aumentar os impostos’. O cidadão quer? Se eu falar que vou arrumar mais R$ 150 milhões, eu tenho que aumentar de 15% a 20% de ICMS da energia elétrica para arrumar esse dinheiro, o cidadão topa? Com certeza não”, disparou.

Ele também destacou que a produção das riquezas no país é feita pelo cidadão, e não pelo Estado. Ainda pontuou que caso decidam emitir recurso aos municípios sem ter dinheiro terão que construir uma nova despesa. “Então meus amigos, nós precisamos entender essa realidade definitivamente, o Estado Brasileiro não produz riqueza, quem produz riqueza é o cidadão, vou repetir isso muitas vezes para ver se as pessoas entendem isso. Despesa nova, vai ter que pegar no bolso do Não existe dinheiro do Estado , existe dinheiro do cidadão, dinheiro das empresas, que o Estado pega para fazer gestão”.

Mendes decidiu vetar as emendas que poderão ter impacto para o estouro da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).          

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(2) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Carlos Nunes - 17-05-2019 17:13:57

Tal como o BOLSONARO, o MM cometeu o mesmo erro...na primeira semana que assumiu, devia ter ocupado rede estadual de comunicação (TV e rádio) e conversar com o Eleitor, o verdadeiro dono do Poder através do voto, esmiuçando como encontrou o Estado de Mato Grosso...qual foi a herança que recebeu. Explicar a situação numa linguagem bem popular, pra que dona Maria, lá do bairro, entendesse. Mas não, assim que ganham a eleição, os governantes viram as costas pros eleitores...Aí, quando vão falar em corte de verba, contengenciamento, dona Maria não vai nem entender o porquê, nem aceitar...não foi informada, esclarecida da situação. Enquanto os governantes não compreenderem que em primeiro lugar tem que dar satisfação pros eleitores, vão ficar navegando na maionese, como diz o ditado popular. Como eles não esclareceram, o eleitor vai receber um montão de fake news, e acreditar neles. Em Cuiabá, já correu a notícia, pelo fake news, de que o ganhador milionário da Megasena, é funcionário do BOLSONARO. Já colocaram o BOLSONARO no meio, coitado. Tá naquela, tudo o que acontece colocam na conta do BOLSONARO. Seria melhor o povo brasileiro ir atrás de quem AFUNDOU, ARREGAÇOU, com a Economia Brasileira, causou o desemprego de 14 Milhões de trabalhadores, mandou mais de 30 Milhões de trabalhadores, NA MARRA, pro setor informal, pra sobreviver...fez rombo dentro de rombo, que acabou nas Pedaladas. BOLSONARO só teve a infelicidade de receber uma Herança Maldita. Agora o Datena acaba de anunciar que o Tio Dirceu, hoje vai ser trancafiado na cadeia, mais uma vez. A PF tá esperando, agora, ele se entregar, senão vai atrás. Quanto tempo será que ele vai ficar na cadeia? Será que tio Mendes solta?

Responder

2
0


IVO - 17-05-2019 15:15:17

Dinheiro tem sim governador corte o incentivo fiscal de sua empresa e de todas as outras, taxar o agronegocio ,corte as mordomias que vcs tem diminua o repasse para os poderes, So ai vc vai ver quanto o Estado vai aumentar a receita e nao queira apenas cortar so do servidor

Responder

3
0


2 comentários