Mendes não libera Gilberto para concorrer prefeitura de Cuiabá  | MUVUCA POPULAR

Quinta-feira, 09 de Julho de 2020

POLÍTICA Terça-feira, 02 de Junho de 2020, 08h:02 | - A | + A




Eleições 2020

Mendes não libera Gilberto para concorrer prefeitura de Cuiabá

Nenhum secretário vai deixar a gestão


redacaomuvuca@gmail.com

 Foto: reprodução 

Conforme entrevista do presidente municipal do DEM, Alberto Machado, nenhum secretário da gestão Mauro Mendes (DEM) vai se desincompatibilizar até quinta-feira (4) quando se encerra o prazo, quatro meses antes das eleições municipais, para concorrer ao pleito programado para outubro. De acordo com Machado, o governador anunciou em conversa que nenhum secretário vai deixar a gestão.

“Conversei com o governador e ele disse que ninguém vai se desincompatibilizar agora. A prioridade é atender as pessoas”, ressaltou o democrata. O principal nome do partido para concorrer às eleições é o do atual secretário de Saúde do governo, Gilberto Figueiredo (DEM), que é cotado para a disputa em Cuiabá.

“Não tem como o Gilberto abandonar o trabalho que ele está fazendo agora. Temos convicção de que as eleições serão adiadas. Na pior das hipóteses, de não ser, ainda temos bons nomes, como do Fábio Garcia, Eduardo Botelho e do vereador Marcelo Bussiki, que podem concorrer”, acrescentou.

O adiamento por conta da pandemia do novo coronavírus está sendo discutido no Congresso e também no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Em reunião na última semana, foi decidido pelo Senado que a decisão de adiamento só deve ser tomada no final de julho. A intenção é aguardar para saber como estará a situação sanitária no país e só depois dessa data propor uma alternativa.

Uma comissão de deputados e senadores para discutir uma proposta de adiamento das eleições municipais em razão da pandemia da covid-19 deve ser criada. A proposta foi feita pelo presidente do Senado ao ministro Barroso. A intenção é discutir o texto com o TSE e só depois votar o adiamento na Câmara e no Senado.

Pelo artigo 29 da Constituição, as eleições municipais serão realizadas no primeiro domingo de outubro do ano anterior ao término do mandato dos que devam suceder. A Constituição também especifica que o mandato dos prefeitos, vices e vereadores é de quatro anos.

(Com informações do Jornal A Gazeta) 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(4) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

. - 02-06-2020 14:47:52

Por mais que sejam honestos e idôneos, eu como professora do estado, NÃO VOTO EM NINGUÉM DA TURMA DE MM. Pode crer.

Responder

0
0


Eleitor - 02-06-2020 13:56:26

O Governador não é passar vergonha na eleição municipal e ai ter que governar mais dois anos sob a pecha de sido um fracasso com os seus candidatos nas eleições municipais. Governador independente do senhor estar na eleição o povo sabe de que lado o senhor estar e coitado de quem estiver do seu lado pois será humilhado e daqui a pouco mais de 2 anos será a sua vez de ser humilhado nas urnas igual o senhor humilha os servidores todos os dias.

Responder

0
0


Jurandir - 02-06-2020 10:50:44

Que novidade

Responder

0
0


Katiane - 02-06-2020 10:48:20

Mostrou quem manda em governador??

Responder

0
0


4 comentários

coluna popular
PL é da deputada federal Rosa Neide
Marcel Baracat deixa 3 filhos órfãos
Luto
Queda na temperatra
Drama diário

Últimas Notícias
09.07.2020 - 18:45
09.07.2020 - 17:31
09.07.2020 - 17:24
09.07.2020 - 17:01
09.07.2020 - 16:20




Informe Publicitário