MPF destina R$ 600 mil para compra de testes de Covid-19 para indígenas | MUVUCA POPULAR

Terça-feira, 02 de Junho de 2020

POLÍTICA Terça-feira, 31 de Março de 2020, 12h:20 | - A | + A




Combate ao Vírus

MPF destina R$ 600 mil para compra de testes de Covid-19 para indígenas

Montante foi recuperado pela Operação Ararath


redacaomuvuca@gmail.com

MPF.jpg

 Foto: Reprodução/Internet

O Ministério Público Federal (MPF) destinou o valor de R$675.952,12 para a compra de kits de teste rápido para diagnóstico do Covid-19 nas aldeias indígenas de Mato Grosso. A origem da verba doada são recuperações feitas pela Operação Ararath.

Os kits atenderão por volta de 42 mil indígenas nos quatro Distritos Sanitários Especiais Indígenas (Dseis) que existem em Mato Grosso, Xingu, Cuiabá, Caiapó e Xavante. A região do Xingu irá receber uma verba extra de R$ 68.348,02, especialmente para aquisição de materiais médico-hospitalares, medicamentos, materiais educativos e alimentação.  

Os procuradores da República, responsáveis pelos pedidos encaminhados à Justiça Federal, destacaram a vulnerabilidade em que se encontra os indígenas.

Os Distritos Sanitários Especiais trabalham como os órgãos responsáveis pela linha de frente no atendimento aos indígenas no que se trata à saúde, desde a atenção básica ao encaminhamento médico de alta complexidade.

“São esses profissionais, portanto, os responsáveis pela orientação e conscientização dos indígenas acerca dos métodos de prevenção da covid-19, bem como pelo seu primeiro diagnóstico, via de regra no interior de Terras Indígenas, longe de núcleos urbanos e unidades hospitalares de referência”, explicam os procuradores.

Para o acesso à verba destinada judicialmente, será aberta uma conta judicial, em que será depositado o valor para que o Dsei comece o processo de compra dos equipamentos e medicamentos solicitados.

Posteriormente, os coordenadores de cada Distrito deverão prestar contas dos gastos, em um modelo padrão definido que exigirá o anexo de alguns documentos e fotografias dos materiais.

Além disso, o Dsei há cada 30 dias, durante o prazo de seis meses, deverá apresentar ao MPF informações quanto ao número de atendimentos realizados no escopo do projeto apresentado (Prevenção e Combate à Pandemia da Covid-19 em Mato Grosso).           

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários

coluna popular
Projeto viabilizado
Ano letivo prejudicado
Violência doméstica em pauta
Jocelito Eraldo de Souza não resistiu à doença
Movimento "Vidas Negras Importam"

Últimas Notícias
02.06.2020 - 09:15
02.06.2020 - 08:46
02.06.2020 - 08:24
02.06.2020 - 08:20
02.06.2020 - 08:11




Informe Publicitário