MT é alvo de operação da PF por fraldes no Ibama  | MUVUCA POPULAR

Terça-feira, 22 de Setembro de 2020

POLÍTICA Terça-feira, 15 de Setembro de 2020, 09h:01 | - A | + A




R$ 150 milhões

MT é alvo de operação da PF por fraldes no Ibama

Esquema teria beneficiado proprietários rurais e empresários do ramo de exploração florestal e agropecuária.


redacaomuvuca@gmail.com

Reprodução Web

Policia Federal

 

A Polícia Federal deflagrou a Operação Tokens para apurar fraudes no Instituo Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

A ação foi deflagrada em Brasília e além de Mato Grosso outro oito Estados são investigados por um prejuízo de R$ 150 milhões ao cofres públicos.

Em Mato Grosso, estão sendo cumpridas ordens de busca e apreensão nas seguintes cidades: Primavera do Leste, Itanhangá, Marcelândia, Sorriso, Lucas do Rio Verde, Tangará da Serra, Rondonópolis e Guarantã do Norte.

Segundo a PF, 48 mandados de busca e apreensão em empresas e casas de pessoas beneficiadas com as fraudes, além de 5 prisões de falsificadores e estelionatos, que estão sendo cumpridas em 29 cidades de 9 estados brasileiros, sendo eles: Goiás, Tocantins, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo e Distrito Federal.

Empresas, proprietários de áreas rurais e empresários da área de exploração florestal e agropecuária com algum tipo de embargo no órgão eram beneficiário nas ações. Ao menos 122 embargos irregulares em nome de 54 pessoas físicas e jurídicas foram realizados pela quadrilha.  

A fraude era cometida contra diversos superintendentes do órgão, por meio de tokens expedidos indevidamente por falsificadores. Para isso, houve a colaboração de informações entre PF e Ibama para investigar fraudadores, beneficiários, além de intermediários e servidores públicos envolvidos no esquema.

 

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários

coluna popular
Secretários querem preservar cargos
Aprovado em primeira votação
Presidente apoia desconhecida em MT
Visita de Bolsonaro
Dramatizando

Últimas Notícias
21.09.2020 - 22:33
21.09.2020 - 21:06
21.09.2020 - 20:01
21.09.2020 - 19:38
21.09.2020 - 19:00


Muvuca (PL)

Adevair Cabral (PTB)

Chico 2000 (PL)

Misael Galvão (PTB)

Ricardo Lobo (PL)

Aladir (PL)

Sargento Joelson (SD)

Juca do Guaraná (MDB)

Luluca Ribeiro (MDB)

Macrean

Ralf Leite (MDB)

Renivaldo Nascimento

Toninho de Souza

Edna Sampaio (PT)

Robson Cireia (PT)

Ricardo Saad

Oseas Machado (MDB)

Rogério Varanda

Alex Ribeiro (PP)

Maurélio (PSDB)

Dudu Santos

Marcelo Bussiki

Vinícyus Clovito

Diego Guimarães

Mário Nadaf

Marcos Veloso

Gisele Almeida

Orival do Farmácia

Wilson Kero-Kero

Dr. Xavier

Justino Malheiros

Zidiel Coutinho

Sargento Vidal

Dídimo Vovô

Clebinho Borges

Júlio da Power

Jamilson Moura

Emídio de Souza (PSL)

Adalberto Cavalcanti

Ricardinho

Kako do CPA

Dilemário Alencar

Max Campos (PSB)

Cezinha Nascimento

Edienes Hadassa

Dr Luiz Fernando

PF Rafael Ranalli

Gabriel Henrique

Itamar Jefferson (PL)

Cristiano Paraqueda

Sebastião Moraes

Daniel

Justino Campos

Rafael "Faré"

Darley Gonçalves

Osmar Rodrigues "Chefinho"

Elenir Pereira

Prof.instrutor Joaquim Neto

Diogo Fernandes

Ade Silva

Sargento Ozeni

Dito Paulo

Paulo Macedo

Luiz BA

Professor Frankes

Paulo da VGDI

Valdemir MM

Weto Salgado

Dr. Daúde

Bob Medina

Wagner Vinícius

Luis Carlos

Carlos Henrique do Correio

Adv Cris

Elenir Pereira

Zé Carlos

Luis Cláudio

Huelton Souza

Rosenil Luiz (Canelinha de pacu) (PL)

Sargento Ozeni

Luiz Poção (PL)

Edilson Odilon (PL)

Paulinho CPA

Germânio Araújo

Chico do Leblon

Delegado Garcia

Renato Anselmo

Cleber Adôrno

Doidinhoducorte

Neno do Pascoal Ramos

Prof. Jorginho



Informe Publicitário