Muvuca Popular ganha ação na Justiça de danos morais sobre matéria veiculada  | MUVUCA POPULAR

Segunda-feira, 13 de Julho de 2020

POLÍTICA Sexta-feira, 05 de Junho de 2020, 17h:00 | - A | + A




Jornalismo Sério

Muvuca Popular ganha ação na Justiça de danos morais sobre matéria veiculada

Juiz determinou arquivamento imediato do processo


redacaomuvuca@gmail.com

Foto: Reprodução

Após ser indevidamente processado por danos morais, o site Muvuca Popular ganhou uma ação na Justiça contra a matéria "Servidora que acusou presidente da Sinjusmat foi demitida por envolvimento com tráfico de drogas", onde a funcionária pública citada na reportagem instaurou recurso em busca de manchar a imagem do veículo de comunicação.

No entanto, o juiz de direito João Alberto Manna Barreto, determinou o arquivamento imediato do processo por "não caracterizar a atitude ilícita dos reclamados, tampouco como se estabelecer o nexo de causalidade entre suas ações e os danos suportados pela reclamante, motivo pelo qual afasta no todo as suas responsabilidades", diz em trecho da decisão.

A matéria do processo foi veiculada com exclusividade pelo site Muvuca Popular em novembro de 2019 e mostrava o conflito entre as chapas que concorriam à diretoria do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Estado de Mato Grosso (Sinjusmat).

A servidora Rosemar da Silva Santos, acusava o presidente da Sinjusmat, Rosenwal Rodrigues de estar há 18 anos no poder e não prestar contas. No entanto, um documento encaminhado para a redação, mostrou que a servidora que fez a denúncia foi demitida da Polícia Militar de Cáceres por envolvimento com tráfico na região da fronteira mato-grossense. (Relembre o caso aqui).

Após a veiculação da reportagem, Rosemar da Silva Santos ingressou com processo conta o site, pedindo direito de resposta e indenização por danos morais.

O magistrado concluiu que "os documentos contidos na reportagem são verdadeiros, embora a parte autora tenha sido absolvida perante processo judicial criminal, foi excluída dos quadros da polícia militar".

O arquivamento do processo mostra mais uma vez a legitimidade das reportagens veiculadas no site Muvuca Popular, que vem ganhando a cada dia mais credibilidade no mercado.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(8) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Rodrigo - 08-06-2020 11:41:43

Outro servidor público que advoga em horário de expediente e foi denunciado pelo Muvuca tbm teve sua ação arquivada. Contra verdades não há argumentos. Ps. Mesmo punido no PAD o servidor continua advogando em horário de expediente e soube que ele além de agredir a esposa como denunciado pelo site, tbm agrediu uma Conselheira Tutelar, na tentativa de intimida la a entregar documentos.

Responder

1
0


Katarina - 05-06-2020 19:58:32

Já melhorou bastante esse site parabéns pelo seu trabalho

Responder

1
0


Gean Luís - 05-06-2020 19:56:37

Até que enfim ganhou alguma coisa kkkkkkkkkkkkkkkk

Responder

0
0


Palmas - 05-06-2020 19:55:55

Muvuca, desejo muito sucesso. O site está show!

Responder

4
1


Diego - 05-06-2020 19:52:47

Faz coisa errada e nao que ninguém saiba essa e nossa sociedade política a emprensa nao pode se vender

Responder

1
0


Mauricio de Oliveira - 05-06-2020 19:52:05

NINGUEM CALA A BOCA D MUVUCA

Responder

1
1


Fabian - 05-06-2020 19:51:14

Que a verdade seja mostrada, parabéns

Responder

2
0


Valter - 05-06-2020 19:50:19

GRANDE COISA KKKKKKKKKKKKKK

Responder

0
0


8 comentários

coluna popular
Parlamentar fiscalizador
Conseguiu apenas 3% das assinaturas
Alta de 300%
“Vida nova, nova esperança”
Eleições municipais

Últimas Notícias
13.07.2020 - 11:12
13.07.2020 - 10:32
13.07.2020 - 10:20
13.07.2020 - 10:02
13.07.2020 - 09:14




Informe Publicitário