Pesquisadores da UFMT desenvolvem larvicida que elimina Aedes aegypti em minutos | MUVUCA POPULAR

Sábado, 19 de Setembro de 2020

POLÍTICA Terça-feira, 12 de Novembro de 2019, 14h:57 | - A | + A




Transmissor de Doenças

Pesquisadores da UFMT desenvolvem larvicida que elimina Aedes aegypti em minutos

Produto mata 100% das larvas do mosquito e ainda mantém local protegido por 30 dias


redacaomuvuca@gmail.com

Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) / Foto: Reprodução

Pesquisadores da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) desenvolveram um novo produto de combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya. A substância utiliza quatro moléculas derivadas do indol que, quando diluídas em água, são capazes de eliminar 100$ das larvas presentes na água parada em até uma hora, além de manter o local protegido por até 30 dias.

A pesquisa foi realizada pelos professores Marcos Antônio Soares, doutor em Microbiologia, e  Lucas Campos Curcino Vieira, doutor em Química Orgânica Sintética, com a participação de mais dois alunos de doutorado, dois alunos de mestrado e um de graduação. A equipe já solicitou ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) o registro de patente do produto larvicida.

Segundo o professor Marcos, produto é eficiente pois atinge o mosquito durante a sua forma mais sensível, porém, o controle da população não é eficaz com apenas um mecanismo de combate. “Nós desenvolvemos uma ferramenta extremamente eficiente para ser utilizada simultaneamente com outros métodos. É importante que tenhamos um controle para eliminar a fase adulta do inseto e que cada um dos cidadãos faça a sua parte”, afirmou.

Ademais, o docente ressalta também que a substância é ecologicamente amigável, ou seja, atinge seletivamente larvas do mosquito Aedes aegypti, e pode ser utilizado tanto em ambientes já contaminados, quanto para a prevenção.

Conforme a pesquisadora Janaina Rosa de Souza, o interesse propor o uso de substâncias larvicidas que controle a população do mosquito surgiu a partir do princípio de eliminar um inseto vetor de três doenças infecciosas, sendo capaz de gerar um impacto direto na melhoria da saúde pública.

“A ferramenta foi desenvolvida pelo elevado número de casos de doenças causadas pelo vetor, tanto em nível estadual como nacional. Deste modo, resolvemos buscar novos compostos e moléculas que fossem eficientes como larvicidas para controlar o crescimento destes insetos”, declarou.

No Brasil, os casos de dengue cresceram 339% em relação ao mesmo período do ano passado, segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde. O primeiro Levantamento Rápido de Índices de Infestação (LIRAa) de 2019 indica que 994 municípios podem ter surto de dengue, zika e chikungunya. Em Mato Grosso, a capital Cuiabá e as demais cidades estão em um nível de infestação considerado de risco.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Isla Vicuña - 12-11-2019 17:37:11

ESSE POVO DA BALBURDIA É TERRÍVEL!! Obs: contém ironia. Tenho que explicar pq tem uns ai pra interpretar texto que só Deus na causa.

Responder

2
1


1 comentários

coluna popular
Parlamentares buscam estratégias
Deputado quer apoiar coronel Fernanda
Expulsou profissionais da TV Centro América
Blairo, Eraí e Mendes tentam eleger senador
Parte do partido quer apoiá-lo ao Senado

Últimas Notícias
19.09.2020 - 14:10
19.09.2020 - 11:54
19.09.2020 - 11:50
19.09.2020 - 11:47
19.09.2020 - 11:38


Muvuca (PL)

Adevair Cabral (PTB)

Chico 2000 (PL)

Misael Galvão (PTB)

Ricardo Lobo (PL)

Aladir (PL)

Sargento Joelson (SD)

Juca do Guaraná (MDB)

Luluca Ribeiro (MDB)

Macrean

Ralf Leite (MDB)

Renivaldo Nascimento

Toninho de Souza

Edna Sampaio (PT)

Robson Cireia (PT)

Ricardo Saad

Oseas Machado (MDB)

Rogério Varanda

Alex Ribeiro (PP)

Maurélio (PSDB)

Dudu Santos

Marcelo Bussiki

Vinícyus Clovito

Diego Guimarães

Mário Nadaf

Marcos Veloso

Gisele Almeida

Orival do Farmácia

Wilson Kero-Kero

Dr. Xavier

Justino Malheiros

Zidiel Coutinho

Sargento Vidal

Dídimo Vovô

Clebinho Borges

Júlio da Power

Jamilson Moura

Emídio de Souza (PSL)

Adalberto Cavalcanti

Ricardinho

Kako do CPA

Dilemário Alencar

Max Campos (PSB)

Cezinha Nascimento

Edienes Hadassa

Dr Luiz Fernando

PF Rafael Ranalli

Gabriel Henrique

Itamar Jefferson (PL)

Cristiano Paraqueda

Sebastião Moraes

Daniel

Justino Campos

Rafael "Faré"

Darley Gonçalves

Osmar Rodrigues "Chefinho"

Elenir Pereira

Prof.instrutor Joaquim Neto

Diogo Fernandes

Ade Silva

Sargento Ozeni

Dito Paulo

Paulo Macedo

Luiz BA

Professor Frankes

Paulo da VGDI

Valdemir MM

Weto Salgado

Dr. Daúde

Bob Medina

Wagner Vinícius

Luis Carlos

Carlos Henrique do Correio

Adv Cris

Elenir Pereira

Zé Carlos

Luis Cláudio

Huelton Souza

Rosenil Luiz (Canelinha de pacu) (PL)

Sargento Ozeni

Luiz Poção (PL)

Edilson Odilon (PL)

Paulinho CPA

Germânio Araújo

Chico do Leblon

Delegado Garcia

Renato Anselmo

Cleber Adôrno

Doidinhoducorte

Neno do Pascoal Ramos

Prof. Jorginho



Informe Publicitário