PSDB dividido para eleição em Cuiabá | MUVUCA POPULAR

Quinta-feira, 12 de Dezembro de 2019

POLÍTICA Terça-feira, 12 de Novembro de 2019, 23h:06 | - A | + A




Racha tucano

PSDB dividido para eleição em Cuiabá

Avalone e Wilson estão fazendo "ingerência", acusa vereador


DC

As Executivas Estadual e Municipal do Partido Social da Democracia Brasileira (PSDB) estão em rota de colisão quando o assunto é eleição 2020. Enquanto os integrantes da Estadual defendem a todo custo o nome do empresário Carlos Nigro para a disputa majoritária na Capital no pleito do ano que vem, a Executiva Municipal se preocupa com a construção de uma chapa forte para a disputa proporcional.

Para o presidente do PSDB em Cuiabá, vereador Ricardo Saad (PSDB), está havendo uma “ingerência política” por parte da Executiva Estadual, especialmente dos dois deputados estaduais tucanos, Carlos Avalone e Wilson Santos.

“A idéia de candidatura própria tem que ser construída internamente, tem que vir das bases, vir de baixo pra cima, e não ser empurrada a guela a baixo como estão querendo fazer. Primeiramente temos que nos preocupar com as candidaturas proporcionais, pois estamos perdendo nomes”, critica o parlamentar tucano.

Apesar do discurso, Saad afirma que não é contra a candidatura própria. De acordo com ele, na última semana foi realizada uma reunião para tratar do assunto, onde estavam presentes o atual presidente da Estadual Paulo Borges, Nigro e também o ex-deputado federal Nilson Leitão.

Na oportunidade, o vereador afirma que o empresário foi questionado sobre a sua pretensão de disputar a eleição para prefeito de Cuiabá no ano que vem.

“O próprio Carlos Nigro nos disse que essa ainda é uma decisão prematura, que a candidatura majoritária deve ser construída nas bases do partido, e isso ainda não ocorrer. O próprio pretenso candidato mos colocou isso, mas a Executiva Estadual continua insistindo nisso. Esta havendo uma clara ingerência política, pois eles estão querendo impor sem, se quer, ouvir a opinião da Executiva Municipal que é quem vai coordenar a eleição no ano que vem”, criticou Saad fazendo referência, principalmente, a Carlos Avalone.

O vereador afirma estar extremamente preocupado com a eleição proporcional. “O nome do Nigro está sendo colocado, não somos contra, mas tem que ser construído. Agora, precisamos trabalhar, primeiramente, as nossas bases e construir uma chapa forte para vereador”, enfatizou.

Nos últimos meses o PSDB perdeu dois pretensos candidatos. Trata-se dos ex-vereadores Maurélio Ribeiro e Lueci Ramos, que deixaram o ninho tucano.

Em março do ano que vem, quando será aberta a janela partidária, a legenda deverá perder outro nome de peso. Isto porque, o vereador Adevair Cabral (PSDB) já esta de malas prontas para migrar para o PTB, onde ele está sendo contado, inclusive, para ser candidato a vice-prefeito em uma eventual chapa encabeçada pelo prefeito Emanuel Pinheiro (MDB).

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários

coluna popular
Benedito Pedro Dorileo era professor e escritor
Gestão eficiente
Após cassação de Selma
Dr João ressalta importância da cultura do estado
Vereador não sabe diferenciar poderes

Últimas Notícias
12.12.2019 - 16:54
12.12.2019 - 16:54
12.12.2019 - 16:50
12.12.2019 - 16:38
12.12.2019 - 16:11




Informe Publicitário