PT publica nota de repúdio sobre busca e apreensão realizada na casa de Rosa Neide  | MUVUCA POPULAR

Segunda-feira, 23 de Setembro de 2019

POLÍTICA Terça-feira, 20 de Agosto de 2019, 19h:11 | - A | + A




“Fake Delivery”

PT publica nota de repúdio sobre busca e apreensão realizada na casa de Rosa Neide

Deputada federal estaria sendo investigada por aquisição de materiais destinados a escolas indígenas


redacaomuvuca@gmail.com

Deputada federal - Professora Rosa Neide (PT) I Foto: Reprodução

O Partido dos Trabalhadores em Mato Grosso (PT-MT), emitiu uma nota pública em repudio a ação de busca e apreensão realizada na casa da deputada federal Professora Rosa Neide, nesta segunda-feira (19). De acordo com o texto, a atitude teria sido “desproporcional”, visto que a parlamentar se dispôs a prestar depoimentos à Polícia Civil.

“A ação foi desproporcional uma vez que a deputada jamais se negou a prestar quaisquer esclarecimentos, sobre sua gestão na Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT)”, escreveu.

A investigação se diz respeito ao destino de mais de R$ 1,1 milhão em materiais “supostamente” entregue na sede da Secretária de Educação (SEDUC) em 2014, quando foi secretária.

A operação começou a ser realizada nesta segunda-feira (19), com os agentes da Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e Administração Pública (Defaz), que investigam indícios do roubo desde 2017, e cumprindo o mandado prisão expedido contra o ex-secretário Adjunto de Administração Sistêmica na Seduc, Francisvaldo Pereira de Assunção.

Além disso, sobre a prisão do ex-secretário Adjunto, o Partido afirmou que o mandato havia sido realizado de forma arbitrária, pois Francisvaldo também sempre esteve à disposição para esclarecer quaisquer dúvidas referente ao período que trabalhou na Secretaria.

“Da mesma forma, o PT-MT repudia a prisão arbitrária do filiado Francisvaldo Pereira de Assunção, servidor de carreira do Estado de Mato Grosso que, ao longo de seu exercício profissional jamais praticou ato reprovável, conduta desabonadora ou teve condenação penal”, consta no texto.

Confira a nota na íntegra:

O Partido dos Trabalhadores em Mato Grosso (PT-MT) vem a público repudiar a ação de busca e apreensão realizada segunda-feira (19), na residência da deputada federal Professora Rosa Neide (PT), no âmbito da Operação Fake Delivery. A ação foi desproporcional uma vez que a deputada jamais se negou a prestar quaisquer esclarecimentos, sobre sua gestão na Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT).

Professora Rosa Neide é digna da irrestrita confiança da direção, da militância e dos filiados e filiadas ao Partido dos Trabalhadores. Rosa é professora desde os 17 anos. Sua vida é dedicada à educação pública, gratuita e de qualidade socialmente referenciada. Ao longo de sua trajetória atuou como secretária de Educação de Diamantino, foi vereadora naquele município, secretária de Estado de Educação e exerce o primeiro mandato de deputada federal. A companheira nunca foi acusada de qualquer conduta reprovável. Sempre agiu com honradez e postura ilibada.

O PT-MT repudia, igualmente, a cobertura de parcela da imprensa com claro objetivo de fazer espetacularização e pirotecnia. Também observa com estranheza, a coincidência da Operação às vésperas da então confirmada visita de Fernando Haddad (PT) a Mato Grosso, liderando a Caravana Lula Livre.

Ajustar o calendário das ações policiais com o calendário político partidário denota uma arbitrariedade recorrente no Brasil, característica frequente a partir da chamada Operação Lava Jato.

Da mesma forma, o PT-MT repudia a prisão arbitrária do filiado Francisvaldo Pereira de Assunção, servidor de carreira do Estado de Mato Grosso que, ao longo de seu exercício profissional jamais praticou ato reprovável, conduta desabonadora ou teve condenação penal.

Francisvaldo sempre esteve à disposição para esclarecer quaisquer dúvidas referente ao período que trabalhou na Seduc-MT.

O PT-MT confia na Justiça, no Estado Democrático de Direito e nos marcos do devido processo legal e da Constituição Federal. Na certeza de que a verdade prevalecerá, o Partido hipoteca total solidariedade à deputada Professora Rosa Neide e ao advogado Francisvaldo e lutará para que a Justiça prevaleça para ambos.

Cuiabá, 20 de agosto de 2019

Nelson Luiz Borges de Barros

Secretário Geral do Partido dos Trabalhadores em Mato Grosso (PT-MT)

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(6) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

alexandre - 21-08-2019 09:05:10

Justiça condena Haddad a 4 anos e 6 meses em semiaberto por caixa dois da UTC, tá puxado.....

Responder

7
0


Carlos - 20-08-2019 21:51:53

E por falar em PT, não vai ter uma matéria sobre a condenação do Haddad. Estamos esperando ansiosos para ver a desculpa esfarrapada que os defensores dos PTralhas vão dar. Mas um honesto condenado injustamente?

Responder

9
2


Olavo - 21-08-2019 09:08:52

Aqui neste site? Kkkk aqui é site de esquerda, nunca vão publicar isso...esquece.

Responder

3
0


Carlos - 21-08-2019 18:33:27

Mesmo que tendencioso à esquerda, todo site de informação independentemente da notícia ela tem que ser publicada, Olavo.

Responder

1
0


alexandre - 20-08-2019 20:51:16

Basta explicar onde foi parar o material escolar dos indios e quilombolas..2 milhoes de reais..uma compra desse valor , ´so com autorização superior..

Responder

9
2


Olavo - 20-08-2019 20:39:24

Vai a merda PT... Escória...

Responder

8
2


6 comentários