Ralf Leite tem 10 dias para provar sua inocência  | MUVUCA POPULAR

Terça-feira, 22 de Setembro de 2020

POLÍTICA Terça-feira, 15 de Setembro de 2020, 11h:16 | - A | + A




DISPUTA POLÍTICA

Ralf Leite tem 10 dias para provar sua inocência

"Estou tranquilo, para mim tanto faz", disse


redacaomuvuca@gmail.com

ralf leite.jpg

 

Após reassumir um mandato de suplência na Câmara Municipal de Cuiabá, o vereador Ralf Leite (MDB) enfrenta uma série de acusações dentro da Casa de Leis. Isso porque, alguns de seus colegas vem pedindo para que seu mandato seja anulado, alegando que o ex-vereador e atual suplente teria perdido seus direitos políticos. Em entrevista ao Muvuca Popular, Ralf diz que está tranquilo quanto a esta situação.

“Estou tranquilo, para mim tanto faz. Eles estão usando uma acusação que não é verdadeira e eu tenho como provar que o que eles estão falando não é verdade”, disse o parlamentar.

O processo agora que Ralf está submetido entrou em nova fase, isso pois o promotor de justiça da 13° Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa, Dr. Roberto Aparecido Turin, deu 10 dias para ele se manifestar sobre as acusações apontadas a ele.

"Comunicamos que foi concedido o prazo de dez dias ao Sr. Ralf Rodrigo Viegas da Silva para apresentar as manifestações que entender pertinentes", diz parte do documento enviado a defesa do parlamentar. 

O fato a qual Ralf diz que usam como justificativa para o afastar não tem embasamento nenhum, já que segundo ele, está em dia com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e pode sim tomar posse e continuar a prestar seus serviços normalmente, mesmo que para ele não “faz diferença estar ou não na câmara”.

O ex-vereador ressaltou ainda a reportagem que tem como provar que está apto a assumir uma cadeira na casa de leis já que possui uma certidão informando que em seu nome não há nenhum crime eleitoral, e desse modo, pode continuar a “prestar normalmente seus serviços”.

"Já fui vítima de diversas injustiças, a qual depois de um longo prazo fui absorvida de todas. Lamentavelmente eles querem usar o Ministério Público para interferir na situação política-partidária da Câmara", finalizou.

Histórico

A última situação processual envolvendo Ralf Leite foi em dezembro do ano passado, quando o parlamentar foi julgado e condenado por nepotismo. Com base nessa e em outras condenações é que seus colegas Felipe Wellaton e Diego Guimarães alegam que o ex-vereador não pode continuar ocupando uma cadeira na casa de leis, mesmo que seja na suplência.

Ralf Leite só voltou a câmara após um pedido do então parlamentar Chico 2000 (PL) que precisou se ausentar para tratar de problemas de saúde. Agora, a situação processual deverá ser julgada Pela Procuradoria Legislativa da casa de leis, para que se tenha uma decisão final.

GALERIA DE FOTOS

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(2) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Flavio - 15-09-2020 13:29:12

Se ele virou suplente é pq alguém votou nele, esse povo q votou que é culpado. Ele está assumindo um cargo para o qual recebeu votos. Esse povo é muito burro, só isso.

Responder

0
0


Rogerio - 15-09-2020 13:28:18

Da até 100 anos, esse aí não vai conseguir provar nada.

Responder

0
0


2 comentários

coluna popular
Secretários querem preservar cargos
Aprovado em primeira votação
Presidente apoia desconhecida em MT
Visita de Bolsonaro
Dramatizando

Últimas Notícias
21.09.2020 - 22:33
21.09.2020 - 21:06
21.09.2020 - 20:01
21.09.2020 - 19:38
21.09.2020 - 19:00


Muvuca (PL)

Adevair Cabral (PTB)

Chico 2000 (PL)

Misael Galvão (PTB)

Ricardo Lobo (PL)

Aladir (PL)

Sargento Joelson (SD)

Juca do Guaraná (MDB)

Luluca Ribeiro (MDB)

Macrean

Ralf Leite (MDB)

Renivaldo Nascimento

Toninho de Souza

Edna Sampaio (PT)

Robson Cireia (PT)

Ricardo Saad

Oseas Machado (MDB)

Rogério Varanda

Alex Ribeiro (PP)

Maurélio (PSDB)

Dudu Santos

Marcelo Bussiki

Vinícyus Clovito

Diego Guimarães

Mário Nadaf

Marcos Veloso

Gisele Almeida

Orival do Farmácia

Wilson Kero-Kero

Dr. Xavier

Justino Malheiros

Zidiel Coutinho

Sargento Vidal

Dídimo Vovô

Clebinho Borges

Júlio da Power

Jamilson Moura

Emídio de Souza (PSL)

Adalberto Cavalcanti

Ricardinho

Kako do CPA

Dilemário Alencar

Max Campos (PSB)

Cezinha Nascimento

Edienes Hadassa

Dr Luiz Fernando

PF Rafael Ranalli

Gabriel Henrique

Itamar Jefferson (PL)

Cristiano Paraqueda

Sebastião Moraes

Daniel

Justino Campos

Rafael "Faré"

Darley Gonçalves

Osmar Rodrigues "Chefinho"

Elenir Pereira

Prof.instrutor Joaquim Neto

Diogo Fernandes

Ade Silva

Sargento Ozeni

Dito Paulo

Paulo Macedo

Luiz BA

Professor Frankes

Paulo da VGDI

Valdemir MM

Weto Salgado

Dr. Daúde

Bob Medina

Wagner Vinícius

Luis Carlos

Carlos Henrique do Correio

Adv Cris

Elenir Pereira

Zé Carlos

Luis Cláudio

Huelton Souza

Rosenil Luiz (Canelinha de pacu) (PL)

Sargento Ozeni

Luiz Poção (PL)

Edilson Odilon (PL)

Paulinho CPA

Germânio Araújo

Chico do Leblon

Delegado Garcia

Renato Anselmo

Cleber Adôrno

Doidinhoducorte

Neno do Pascoal Ramos

Prof. Jorginho



Informe Publicitário