Rosa Neide fica sozinha contra a reforma da Previdência | MUVUCA POPULAR

Sábado, 20 de Julho de 2019

POLÍTICA Quarta-feira, 10 de Julho de 2019, 08h:49 | - A | + A




Bancada

Rosa Neide fica sozinha contra a reforma da Previdência

Dr. Leonardo e Juarez Costa roeram a corda e Carlos Bezerra ainda está em cima do moro


De Brasília (Agência RBC News)

 

A Professora Rosa Neide (PT) ficou isolada entre os oito deputados federais da bancada de Mato Grosso. Ela é a única que está posicionada contra a aprovação da reforma da Previdência, que está na pauta do Plenário da Câmara. Os outros dois parlamentares que antes acenaram também votar contra roeram a corda e seguirá o relatório do deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), aprovado semana passada na comissão especial.

Os dois deputados mato-grossense que mudaram de lado são o Dr. Leonardo (SDD) e Juarez Costa (MDB). Até o mês passado, a dupla havia declarado ser totalmente contra a reforma. Dr. Leonardo chegou a conceder uma longa entrevista ao emanuelzinho refutado-a. Agora ele alega que o relatório de Moreira contemplou suas ponderações anteriores. Em parte, como o leitor poderá assistir o vídeo que reproduzimos ao final desta matéria.

“Desde que a PEC da Previdência chegou na Câmara, critiquei a proposta do governo na aposentadoria de pequenos produtores e trabalhadores rurais, no pagamento do Benefício de Prestação Continuada (BPC), na capitalização (poupança individual) e, também, em relação à aposentadoria especial das professoras. Esses pontos foram solucionados na Comissão Especial e vão ao encontro da nossa luta. Agora, seguimos firmes trabalhando e acompanhando tudo no Plenário”, afirmou Dr. Leonardo, em material distribuído por sua assessoria.

Quanto a Carlos Bezerra (MDB), não se sabia de seu posicionamento oficial porque ele permaneceu quatro meses de licença e em seu lugar ficou o suplente Valtenir Pereira, igualmente do MDB, que sempre teve posições muito dúbias em relação a questões polêmicas. Bezerra segue pela mesma linha. Conforme sua assessoria, ele está analisando que posição tomar, “mas que estará contra o que julgar prejudicial aos trabalhadores”.

Assim, resta apenas a petista, sendo que os demais deputados federais mato-grossenses já fecharam com a proposta contida no relatório final da comissão especial, com divergências pontuais. Até o fechamento deste texto a votação da reforma da Previdência ainda não havia sido iniciada.

Para que a votação acontecesse ainda nesta terça-feira (9), o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), havia proposto um acordo durante a reunião de líderes pela manhã, mas os partidos de oposição rejeitaram e anunciaram, à tarde, que entrariam em processo de obstrução da votação.

A obstrução de uma votação é um conjunto de recursos previstos no embate político no Parlamento, quando bancadas, partidos e blocos partidários contrários a determinada matéria tentam ganhar tempo para ampliar o tempo sobre o tema, adiando a votação com um conjunto de procedimentos que incluem ainda tentativa de retirar a matéria de pauta. Para isto vale ampliar o número de inscritos contrários nos pronunciamentos, retirar-se do plenário para não possibilitar quórum ou simplesmente anunciar que está em obstrução, neste caso não valendo a contabilidade dos contrários, mesmo em plenário, para efeito de quórum.

VÍDEO

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(12) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Carlos Nunes - 11-07-2019 17:24:50

Pois é, Bolão...é tio Guedes mesmo quem fabricou a Reforma da Previdência. BOLSONARO, MAIA, de Previdência não entendem bulhufas. Tio Guedes é que é o cara. Pra saber sobre a verdade dessa Reforma é bom assistir, pelo youtube, a palestra da professora, Doutora em Economia, DENISE LOBATO GENTIL, intitulada "Professora da UFRJ desmonta Reforma da Previdência". Em 30 minutos de palestra essa professora faz um diagnóstico completo...de como tio Guedes, em vez de mexer com OS PODEROSOS, que são os maiores devedores da Previdência, e ao mesmo tempo os que recebem maior renúncia fiscal, incentivos, etc....preferiu mexer com a base da pirâmide social, os mais humides. Assista e tire suas próprias conclusões. TRABALHA, TRABALHA MAIS, POVO, SE QUISER APOSENTAR. Se for bem de vida, faça um Plano de Previdência Privada Complementar, que os Bancos, OS PODEROSOS, vão trabalhar com seu dinheiro por décadas, e ficar mais ricos. Essa é a fórmula do tio Guedes, que o BOLSONARO, o MAIA, compraram como se fosse uma Lebre suculenta, entretanto é só um Gato vira-lata. É o famoso comprar Gato por Lebre.

Responder

2
0


Carlos Nunes - 11-07-2019 08:18:02

Rosa Neide acertou...hoje uma pessoa que começa a trabalhar com 18 anos, contribuía 35 anos com a Previdência e aposentava...os 35 anos de contribuição pagavam essa aposentadoria. Com a Nova Reforma a pessoa só vai aposentar quando completar 65 anos, ou seja, se começar a trabalhar com 18 anos, até completar os 65, terá contribuído 47 ANOS...Tio Guedes aumentou mais 12 anos, no lombo do trabalhador 47-35 = 12. Quer que a pessoa trabalhe MAIS, contribua MAIS com a Previdência, pra no final ganhar MENOS. Aí, fizeram uma pesquisa e descobriram que a média de vida do brasileiro é de 75 anos, que chega aos 75 é um sobrevivente...quem chega aos 80 é um herói...quem chega aos 90 é um super-herói...quem chega aos 100 é um semi-deus. Ora, que a média é de 75 anos, quer dizer que a maioria do povo brasileiro vai aposentar com 65 anos, viver até os 75, e nem sabe se vai morrer depois...Só vai usufruir da Previdência talvez uns 10 anos. Peraí, contribui 47 ANOS, pra usufruir talvez uns 10 ANOS? Que é preciso fazer uma Reforma da Previdência, não resta dúvida...agora essa, fabricada pelo tio Guedes, É RUIM PRA BURRO. A maioria do povo brasileiro, das classes mais humildes, da base da pirâmide social, vai ter que trabalhar mais 12 anos, se começar a trabalhar com 18 anos, até completar 65 anos, num país com 14 Milhões de desempregados...e onde quando o cara completa 40 anos, se perder o emprego, é muito difícil conseguir outro...ninguém quer contratar. Se perder o emprego com 50 anos, fica mais difícil ainda. No futuro tio Guedes será conhecido como "o carrasco dos velhinhos e velhinhos", e tio Maia como seu ajudante. Só que os dois, até lá já terão morrido...só deixarão essa herança maldita pro povo brasileiro.

Responder

4
0


Bolão - 11-07-2019 14:51:41

Tio Guedes não! Governo Bolsonaro o pior que já existiu no Brasil!

Responder

2
0


wagner - 11-07-2019 07:19:46

A reforma passou ,como se esperava ,apesar de sermos contra . O Rodrigo Maia já CHOROU ao vivo ,não de alegria ,mas pelo MAL que ajudou a fazer . Ele sabe que ficará MARCADO para sempre como o EXTERMINADOR DE IDOSOS . Já está mandando a CULPA ao CENTRÃO ,mas não há como fugir da alcunha do General da reforma . O tempo passa rápido , e ele sabe que de nada adiantará o que se fez ,a não ser beneficiar Bancos . Em treis anos virá a conta ,e ALTA ,a bater nas portas dos que fizeram esta barbaridade . Deus nos ajude.

Responder

6
0


Adelia TB - 10-07-2019 16:40:40

Professora honra a palavra. Ela não se vendeu e está com os professores na luta. Dignidade não tem preço.

Responder

12
2


Carlos - 10-07-2019 15:04:16

Os Antis piram, reforma vai ser aprovada, bolsa sumindo, dólar caindo, inflação junho 0,01%, e ainda ter que ouvir o Deputado Paulinho da Força Sindical falar que se a reforma da Previdência de certo como vai fazer pra o Bolsonaro não reeleger em 2022. Kkkk os esquerdistas sempre torcendo pro Brasil não dar certo.

Responder

2
12


alexandre - 10-07-2019 10:29:37

o PT tambem foi contra o plano REAL, contra o controle da inflação e estabilização fiscal, tudo que é bom para o pais, o PT é contra, só gostam de populismo barato...

Responder

6
23


Bolão - 10-07-2019 10:18:23

Depois querem jogar a culpa no PT, o povo não pode aceitar isso de maneira alguma, esse Governo medíocre não mostrou o documento que fala que a previdência está quebrada, não falam que estão querendo destruir as conquistas das classes trabalhadoras. Existe até tese de Doutorado que comprova cientificamente que a previdência não está quebrada e pelo contrário do que dizem ela é superavitaria! Parabéns a Deputada! Nao posso falar o mesmo dos outros que estão abandonando o povo para favorecer à Aristocracia Rural e o Empresariado. Quando vierem as eleições vou lembrar bem da cara desses sujetos que ajudaram a matar o povo de fome! Fora Bozo e toda a sua corja! Diretas já e Lula livre Presidente do Brasil!

Responder

22
5


Paquetá - 10-07-2019 09:44:22

Humberto e Jocinei deve ser da mesma laia dessa deputada, que foi colocada lá por pessoas inescrupulosas e acostumadas as mordomias e mamatas, mamando eternamente nas tetas governamentais e que não sabem o que é trabalhar! Sou servidor público e com mais de 46 anos de serviço e ainda nem penso em me aposentar. E tendo pessoas como vocês do contra! Essa reforma tem que passar e vai passar, justamente por causa de gente assim, igual a essa deputada e muitos outros! Nessa situação a única errada e por interesses próprios e escusos é ela!

Responder

6
18


Humberto - 10-07-2019 14:44:47

Paquetá, interessante a soma de seus conceitos. Uma “laia, inescrupulosa” que mama “eternamente” que "não sabe o que é trabalhar”, sendo “do contra” visando “interesses próprios”. Puxa!! Quanta informação você tem acerca do outro, não? Afinal, como você se acha referência de medida para todo servidor, uma vez que já alcançou mais de 46 anos de trabalho e pretende trabalhar mais... “46”, todos os demais devem se espelhar em você; certo? Conclusão, cada um dá de si o melhor para o patrão, é isso?

Responder

9
1


Humberto - 10-07-2019 09:11:57

Coragem tem valor, covardia tem preço.

Responder

19
3


Jocinei - 10-07-2019 08:57:18

Esses deputados de MT não representam a população. Só representa os interesses do agro negócio. Essa reforma é só ferro no lombo dos trabalhadores. Ter 40 anos de contribuição é ainda se aposentar com um salário menor e sem direito a reajuste. Vão ferrar com a nossa vida no momento que mais precisarmos. Eleições vêm aí.

Responder

21
2


12 comentários