Servidor acusado de desvio milionário na ALMT tem ação arquivada  | MUVUCA POPULAR

Quarta-feira, 26 de Fevereiro de 2020

POLÍTICA Sábado, 25 de Janeiro de 2020, 12h:02 | - A | + A




Exceção de suspeição

Servidor acusado de desvio milionário na ALMT tem ação arquivada

Cristiano Guerino respondia por supostamente participar do esquema liderado José Riva


redacaomuvuca@gmail.com

Foto: Reprodução

O servidor da Assembleia Legislativa de Mato Grosos (ALMT), Cristiano Guerino Volpato, teve a ação que o acusa de participar de um suposto esquema de desvio milionário na Casa de Leis, arquivado. A decisão foi do juiz Bruno D’Oliveira Marques, da Vara de Ação Civil Pública e Ação Popular.

O processo foi publicado no Diário da Justiça Eletrônico (DJE).

De acordo com os autos, a ação está vinculada a um processo que investigação do esquema de fraudes em empréstimo, que foi supostamente comandado pelo ex-deputado estadual, José Riva.

A decisão se trata de uma“exceção de suspeição” – que significa que o réu questiona a parcialidade do juiz e tenta afastá-lo do caso -, onde o pedido foi movido contra a juíza Célia Regina Vidotti e que a julgou improcedente.

Posteriormente, o processo foi convertido para o cumprimento de sentença determinando que Cristiano Volpato devolvesse aos cofres públicos R$ 70.174,96. O valor foi atualizado e ficou em R$ 133.592,14 mil.

Em decisão publicada no Diário da Justiça Eletrônico (DJE), Marques apontou que foi requerido mais de uma vez a penhora judicial do valor, porém, “a busca não foi exitosa”.

Diante disso, o magistrado mandou arquivar os autos. “Considerando que após o período de 01 (um) ano de suspensão da execução não foram localizados bens do executado hábeis a assegurar o pagamento do débito exequendo, DETERMINO, desde já, o arquivamento dos autos” diz trecho do documento.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

jose a silva - 25-01-2020 12:36:54

Ah! tudo bem! Então o cara rouba, rouba e rouba e esconde os produtos desse roubo. A justiça perneta, morosa, conivente, omissa desiste! O CRIME COMPENSA! Ou como se deixa transparecer aqui, a justiça seria a criminosa e culpada por prevaricação? O bicheiro, Silval, Riva, Guilherme Maluf, Ságuas, Nilson Leitão e tantos outros aí, (LLS) livres, leves e soltos e gozando, usufruindo, às largas e na cara do povo, que nada pode fazer, repetindo, com a conivência e omissão da justiça, curtindo do produto de seu roubo! JUSTIÇA DE MATO GROSSO, STF BRASILEIRO, AS VERGONHAS NACIONAIS

Responder

2
0


1 comentários

coluna popular
Parlamentar é acusado por tráfico de drogas
Grupo protesta contra “Parlamentarismo branco”
Prefeito de Cuiabá tem surpresa positiva
Dedicada aos trabalhos sociais
Audiência pública debate regularização fundiária

Últimas Notícias
26.02.2020 - 18:29
26.02.2020 - 18:10
26.02.2020 - 16:26
26.02.2020 - 15:37
26.02.2020 - 14:56




Informe Publicitário