Vereador contesta reportagem e xinga jornalista de “veado” | MUVUCA POPULAR

Segunda-feira, 25 de Janeiro de 2021

POLÍTICA Terça-feira, 24 de Novembro de 2020, 14h:00 | - A | + A




Câmara de Cáceres

Vereador contesta reportagem e xinga jornalista de “veado”

Parlamentar já esteve envolvido em outros casos de homofobia


redacaomuvuca@gmail.com

 

O vereador por Cáceres, Wagner Barone (PTB), xingou o jornalista Antoniel Pontes de “veado” ao contestar uma reportagem sobre as eleições feita pelo profissional.

“Estou dizendo para você largar de ser veado”, disse o parlamentar no último dia 17 por meio de uma conversa de áudio pelo whatsapp.

Antoniel, que escreve para os sites Folha 5 e Noveen, havia escrito uma reportagem sobre a derrota do vereador e contextualizando a vida política do mesmo que foi investigado por um esquema conhecido na cidade como ‘rachadinha’.

Contudo, revoltado, o vereador entrou em contato com o jornalista já com xingamentos. “Estou dizendo para você largar de ser veado, fazer uma matéria de verdade. Seja homem de verdade..”, começou a ofender o jornalista e seguiu com as ofensas: “Se você é (veado) se está se declarando tem que fazer uma nota pública”.

Essa não é a primeira vez que o vereador é envolvido em declarações homofobicas. Um servidor da Câmara Municipal denunciou que o parlamentar afirmou que uma opinião feita por ele era de uma “bixisse” e que a denúncia era “coisa de mulherzinha”. Ambos os casos foram registrados boletim de ocorrência.

Na Tribuna

Na noite de ontem (23), Luciene Neves, líder do Movimento LGBTQIA+ de Cáceres ocupou a Tribuna Livre na sessão e pediu que providências fossem tomadas contra  a ação do vereador.

Outro lado

Em vídeo publicado nas redes sociais, Barone disse que existem muitos homossexuais dentro da Câmara e que até já passaram mão na sua bunda e que ele não denunciou, pois vê como 'corriqueiro'.

“Aqui nesta casa tem colegas homossexuais que inclusive digo aos senhores, pelos corredores durante algumas brincadeiras, me passaram a mão na bunda, sim, normal né. Eu poderia processá-los , não, porque é uma questão de hábito, é uma simples brincadeira”, alegou.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários

coluna popular
Deputado pode assumir Secitec
Reconhecimento
Colapso na saúde
“Prejuízos pedagógicos”
R$ 23 mi

Últimas Notícias
25.01.2021 - 16:33
25.01.2021 - 16:18
25.01.2021 - 15:21
25.01.2021 - 15:08
25.01.2021 - 14:14




Informe Publicitário