Vereador de Sorriso registra BO após ser vítima de ataques homofóbicos  | MUVUCA POPULAR

Terça-feira, 11 de Agosto de 2020

POLÍTICA Terça-feira, 14 de Julho de 2020, 22h:30 | - A | + A




Preconceito

Vereador de Sorriso registra BO após ser vítima de ataques homofóbicos

Parlamentar recebeu comentários preconceituosos em seu perfil do facebook


redacaomuvuca@gmail.com

A03BA1A0-20EB-4F64-A22D-9B8EEEC7BABC.jpeg

Foto: Reprodução

O vereador de Sorriso Maurício Gomes (PSB), registrou um B.O (Boletim de Ocorrência) na tarde desta terça-feira (14), após ter sido vítima de ataques homofóbicos em suas redes sociais.

Indignado com a situação, o parlamentar que é assumidamente homossexual, emitiu uma nota repudiando a atitude preconceituosa.

“Eu sofri graves ataques homofóbicos no meu Facebook por cumprir minha função de legislador, e por, em nome da democracia, desempenhar meu papel como oposição à atual gestão, fui gravemente atacado por um indivíduo ligado à família do atual gestor. Esse indivíduo não contrariou minhas opiniões nem confrontou minhas ideias. Ele se apropriou de discurso de ódio e proferiu ataques porque sou homossexual. Injustificável. Lados políticos não podem se sobressair a questões humanas”, lamentou Maurício.

Confira a nota na íntegra:

"É triste perceber que um ano após o STF criminalizar a homofobia, esse mal ainda exista, mesmo entre os que precisam de leis específicas pra respeitar outro ser humano. Na última segunda (13) eu sofri graves ataques homofóbicos na rede social Facebook. Por cumprir minha função de legislador, e por, em nome da democracia, desempenhar meu papel como oposição à atual gestão, fui gravemente atacado por um indivíduo ligado à família do atual gestor. Esse indivíduo não contrariou minhas opiniões nem confrontou minhas ideias. Ele se apropriou de discurso de ódio e proferiu ataques porque sou homossexual.

Injustificável. Lados políticos não podem se sobressair a questões humanas. Violência verbal também fere. A falta de respeito também machuca. Não falo apenas por mim. Os relatos de LGBTfobia cresceram mesmo em meio a atual pandemia e muitos desses podem não ter voz, como eu tenho por ser legislador. Informo que já busquei apoio jurídico e a situação será resolvida na Justiça, onde esse ato é crime.

Concluo agradecendo toda solidariedade que recebi, e pedindo empatia, amor e respeito também às mulheres e aos negros, que assim como nós LGBTs, sofrem preconceito diariamente, mesmo que velado."

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários

coluna popular
Únicos políticos presentes
"Talvez você tenha esquecido seu papel"
Gestão da PM
Eleição suplementar ao Senado Federal
Greve da categoria

Últimas Notícias
11.08.2020 - 17:31
11.08.2020 - 16:52
11.08.2020 - 16:22
11.08.2020 - 16:21
11.08.2020 - 15:15




Informe Publicitário