Vereadora de Cuiabá defende retorno das aulas somente após vacinação | MUVUCA POPULAR

Domingo, 07 de Março de 2021

POLÍTICA Terça-feira, 26 de Janeiro de 2021, 19h:00 | - A | + A




Efeito Covid-19

Vereadora de Cuiabá defende retorno das aulas somente após vacinação

Até o momento, a volta presencial continua vetada pelo governo


redacaomuvuca@gmail.com

Câmara de Cuiabá

edna sampaio.jpg

 

A vereadora Edna Sampaio (PT), por meio de suas redes sociais nesta terça-feira (26), se manifestou favorável à retomada das aulas nas escolas do Estado apenas quando todos os profissionais da educação já tiverem sido imunizados. A petista declarou sua opinião devido à grande discussão gerada no momento, e disse que se os trabalhos forem normalizados nas instituições antes desta vacinação, muitas pessoas serão colocadas em risco, gerando um colapso ainda maior na saúde de Mato Grosso.

Mesmo com o imunizante tendo chegado ao Estado, este que já está sendo aplicado, Edna pontou que somente isso não será suficiente para que se desenhe um retorno nas instituições de ensino. Situação se dá pelo fato que não há ainda certo o futuro da cobertura vacinal do coronavírus e quando todo serão atingidos.

“Além da vacinação, é preciso assegurar verba emergencial para as unidades escolares aplicarem em limpeza, desinfecção do ambiente escolar e higienização pessoal dos estudantes, aquisição de máscaras e criação de parâmetros de desinfecção, com a participação de profissionais de saúde e de educação, a fim de evitar o relaxamento das medidas de biossegurança”, exclamou a vereadora.

“Precisaremos também de mais funcionários para acompanhar os alunos e garantir as medidas de higiene nos momentos de chegada e saída, além de investir na trigam dos casos suspeitos, estabelecendo parcerias com unidades de saúde”, completou.

A novata na Câmara Municipal reiterou ainda que as medidas já adotadas por meio da Seduc, que optou pelo ensino online, devem ter suas condições reavaliadas. Segundo ela, pelo fato de que deve ser levado para aqueles estudantes que não possuem, o acesso à internet. Além do que, diversos professores da rede pública também devem ser prioridades nas pautas do governo, já que estes “arcam” com várias coisas.

“Durante toda a pandemia, os professores assumiram a responsabilidade pessoal com a condução das aulas, arcando com o custo dessas atividades, estende exaustivamente suas jornadas de trabalho muito além daquelas previstas no seu contrato de trabalho”, concluiu.

Volta às aulas no Estado

Com grande pressão do Sintep e outros órgãos, o governador do Estado, Mauro Mendes (DEM), definiu no último dia 15 que a volta às aulas acontecerá no próximo dia 8 de fevereiro, de forma não presencial. A decisão da Casa Civil levou em consideração o aumento no número de casos de Covid-19 no Estado e a crescente demanda por leitos de UTI.

O Estado também avaliou a opinião de pais de alunos e dos profissionais da Educação “A decisão foi tomada para preservar a saúde dos profissionais da Educação e as famílias dos alunos, em decorrência do aumento no número de casos da doença no Estado e a ocupação dos leitos de UTI”, destacou Mendes, na ocasião.

A Casa Civil ponderou ainda que deverá avaliar toda segunda-feira a curva epidemiológica da doença. Ou seja, verificar se os casos estão aumentando ou diminuindo, para decidir se as aulas serão mantidas de forma não presencial ou irão para a modalidade híbrida (em que intercala alunos estudando de forma presencial e a outra parte de forma não presencial).

A decisão precisou ser intermediada pelo Democrata num momento de grande atrito entre o Sintep, que sinalizou ser contra a proposta volta às aulas no sistema híbrido, e a Seduc que defendia que os trabalhos fossem retornados com esta modalidade já neste primeiro momento, qual foi optado pelo on-line.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Alex r - 27-01-2021 11:04:42

Defendo que o salário e os benéficos dessa senhora sejam pagos após vacinação. Fácil jogar pro povo recebendo o seu em dia!

Responder

2
0


1 comentários

coluna popular
Fundadora de sites
Pista foi interditada
Em comércio
Principal nome a ser indicado
João Batista não concorda com decisão

Últimas Notícias
07.03.2021 - 08:52
07.03.2021 - 08:10
06.03.2021 - 20:30
06.03.2021 - 17:23
06.03.2021 - 15:41




Informe Publicitário