The news is by your side.

Arena Pantanal poderá ser aberta ao público já em setembro

O secretário de Cultura, Esporte e Lazer do Estado Alberto Machado, o Beto Dois a Um, acredita que a Arena Pantanal possa ser aberta ao público já no segundo turno da Série A do Campeonato Brasileiro, que tem início dia 11 de setembro.

 

Com poucas exceções, os estádios de futebol brasileiros estão sem receber público há mais de um ano devido à pandemia do coronavírus. Agora, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) lançou um protocolo com recomendações para a retomada do público aos jogos.

 

Beto afirmou que a Arena Pantanal – sede dos jogos do Cuiabá – já está preparada para o retorno.

 

“O Estado está à disposição para receber os jogos. A gestão do Campeonato Brasileiro é da CBF. É uma gestão que já está construindo protocolos para que a gente comece essa retomada. Eu imagino que o mais rápido possível seja o ideal, já no segundo turno do campeonato brasileiro”, afirmou o secretário.

“A Arena está impecável para receber os jogos, a gente está pronto para que a Arena seja um fator determinante para que o Cuiabá consiga mandar seus jogos aqui com muita força”, emendou.

 

O secretário ainda revelou que encontros frequentes entre as confederações estaduais e a CBF já estão ocorrendo.

 

“Eles vêm dialogando fortemente para que a gente possa auxiliar o Dourado. O Cuiabá está vivendo um momento especial, recuperou a autoestima do nosso futebol, e nós temos que fazer das tripas coração. O Estado está fazendo sua parte”.

 

Unidade para o retorno

 

O objetivo, segundo Beto, é que se encontre uma unidade para que a maioria das torcidas dos clubes que estão na série A do Brasileirão volte aos estádios.

 

“Houve alguns testes na série B, que não funcionaram. É uma questão de todos estarem equiparados. Eu não consigo imaginar um cenário onde Cuiabá tenha público e o Flamengo não. Onde o Cuiabá tenha público e o melhor time do Brasil, o Inter, não”, brincou o colorado.

 

“Não existe essa possibilidade. É uma questão da gente trabalhar em conjunto para o mais rápido possível liberar”, completou.

 

O entendimento do secretário ocorre porque, de acordo com o protocolo lançado pela CBF em agosto, se um dos times não tiver autorização das autoridades sanitárias para receber público em seu estádio, o outro clube também não será autorizado a vender ingressos para a partida em que atuará em casa.

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação