The news is by your side.

Obras no Hospital Central em Cuiabá será entregue no ano que vem e vai custar R$ 100 milhões

As obras na unidade hospitalar estavam abandonadas há mais de 34 anos e foram retomadas em novembro do ano passado após a atual gestão assinar a ordem de serviço para o Consórcio LC Cuiabá.

“É um hospital que começou a ser construído na década de 80, um prédio de sete andares, com 9 mil m², que fica a mil metros do Palácio Paiaguás, Ministério Público, Tribunal de Contas. Nós conseguimos refazer todos os projetos, ajustamos tudo que precisava ser ajustado, licitamos, a empresa ganhou, começou a obra e está em pleno andamento”, afirmou.

Mauro Mendes relatou que a unidade tem previsão de entrega para novembro de 2022.  O hospital vai contar com dez salas cirúrgicas, 60 leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 230 leitos de enfermaria.

“Esse hospital vai ter 32 mil m². O que já existe aqui tem 9 mil m², vai ser todo aproveitado com ajustes, e vamos construir mais 23 mil m², totalizando 32 mil m². A empresa está fazendo as fundações, recuperando a estrutura existente e vai ser o maior e melhor hospital de alta complexidade para atender todo o estado de Mato Grosso”, registrou.

Conforme o governador, será investido um total de R$ 100 milhões na construção. O Hospital Central atenderá diversas especialidades, como Cardiologia, Neurologia, Vascular, Ortopedia, Otorrinolaringologia, Urologia, Ginecologia, Infectologia e Cirurgia Geral.

Além disso, Mauro Mendes lembrou que o Governo de Mato Grosso também retomou as obras do Hospital Universitário Júlio Muller, na Capital, e trabalha para lançar a construção de novos hospitais no interior do estado.

“Estamos fazendo os preparativos para construir três ou quatro hospitais novos no interior: no Araguaia, na região de Juína, Tangará da Serra e talvez em Alta Floresta, para melhorar a saúde pública de todo o estado. Além da reforma de todos os hospitais regionais que vamos fazer. Já estamos fazendo as reformas em Rondonópolis, Sorriso, Sinop, ampliamos Cáceres e estamos ampliando em Colíder”, finalizou.

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação