The news is by your side.

Em sorriso, amigo mata amigo com tiro que a polícia vai avaliar se foi acidental

ReporterMT

Um homem se apresentou à Polícia Civil e relatou ter matado o amigo, deforma acidental, durante uma caçada a porcos selvagens. A vítima foi Allan Michel de Almeida de 26 anos, que morreu após dar entrada na Upa de Sorriso (442 km de Cuiabá). O acidente ou crime, aonteceu na noite do último domingo, durante a prática de caça a um porco em um milharal.

Ao delegado José Getúlio Daniel,o autor do disparo contou que ele, o filho e a vítima estavam na zona rural de Sorriso, caçando em um milharal separados, quando ele ouviu um barulho e fez o disparo com a intenção de acertar um porco e atingiu o amigo. A vítima era compadre do atirador.

O delegado José Getúlio Daniel explica que mesmo se apresentando na delegacia, o atirador não ficou preso uma vez que já não estava em situação de flagrante e por não ter mandado de prisão decretado pela Justiça em seu desfavor.

“Foi instaurado inquérito policial em que o suspeito responderá pelos crimes de homicídio culposo, porte ilegal de arma de fogo e crime ambiental de matar animal silvestre”, disse o delegado.

O caso

Alan foi atingido pelo tiro na região da axila. Ele foi levado pelo amigo à Upa no próprio carro, mas morreu logo depois de dar entrada na unidade de saúde.

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação