The news is by your side.

Assembleia adia votação sobre fim de exigência do passaporte da vacina em MT

Da Redação

Com o pedido de vistas compartilhado de seis deputados estaduais, o plenário da Assembleia Legislativa adiou a votação do projeto de lei 780/2021, de autoria da deputada Janaína Riva (MDB), que veda o Poder Público de exigir a apresentação do cartão de vacinação contra a covid-19, para acesso aos estabelecimentos comerciais e congêneres, no âmbito do Estado de Mato Grosso.

O adiamento ocorreu em sessão realizada na manhã desta terça-feira (7), na Assembleia Legislativa, em razão de pedido de vista compartilhado entre os deputados Eduardo Botelho, Valdir Barranco, Ludio Cabral, Elizeu Nascimento, Gilberto Cattani e João Batista.

Um grupo de pessoas contrárias à imposição das vacinas vaiou o deputado estadual Eduardo Botelho, que defendeu a imunização contra a covid-19, como forma de salvar vidas e combater o vírus. Ele defende o passaporte da vacina em grandes eventos.

Pela proposta da parlamentar, o Estado de Mato Grosso deve garantir a liberdade de locomoção, inclusão social e do exercício dos direitos, de pessoas que ainda não foram vacinadas, não podem se vacinar por motivos médicos, religiosos ou de crença particular.

Outro ponto que ela colocou na época que apresentou o projeto em agosto de 2021, a grande maioria da população pretende se vacinar, porém o acesso a vacina no Brasil segue a passos lentos, uma vez que tal situação não depende apenas da vontade do individuo. Contudo, neste mês tem vacinas, mas as pessoas não têm comparecido aos postos de saúde para tomar a segunda dose.

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação