The news is by your side.

Policiais penais suspendem greve e aguardam reunião com o governo

 

Da Redação

Após realização de mais uma assembleia geral, a direção do Sindspen, que representa os policiais penais de Mato Grosso, decidiu suspender o movimento paredista, deflagrado na semana passada. Lutando pela valorização salarial, a os sindicalistas afirmaram que a suspensão será mantida até terça-feira (14), quando terão, às 17h, reunião com o secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho.

Em vídeo publicado no site oficial do Sindspen, os sindicalistas adiantam que uma nova assembleia será realizada na quarta-feira (15), quando irão detalhar aos servidores a proposta apresentada pelo Governo estadual.

O estado de greve teve início na quarta-feira (08) passada. Na quinta-feira (09), os servidores chegaram a realizar manifestação na entrada do Palácio Paiaguás, em Cuiabá. A ação resultou em uma reunião com o vice-governador Otaviano Pivetta (sem partido) e na promessa de uma proposta por parte do governo.

A solicitação é por melhores salários, equiparados às das outras polícias. A greve inclui os diretores, sub-diretores, chefes de segurança e disciplina, líderes de equipe, e gerentes policiais penais, que deverão entregar seus cargos.

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação