The news is by your side.

Plano Diretor de Arborização vai mapear as reais condições fitossanitárias das áreas verdes

 

 

O Plano Diretor Municipal de Arborização, que está sendo desenvolvido pela Prefeitura de Cuiabá, é uma das ações prioritárias da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano e Sustentável – SMADES. Em razão disso, um estudo minucioso está sendo elaborado pela Pasta, com a meta de detectar as reais condições das árvores em áreas verdes, praças, ruas e avenidas existentes no município.

Segundo o biólogo Tony Schuring, diretor de projetos públicos e parcelamento do solo, as pesquisas já estão em andamento. Após a conclusão, palestras orientativas serão ministradas à população, com a finalidade de informar sobre os cuidados com arborização urbana e ressaltar a importância da preservação das áreas verdes, parques e jardins, buscando valorizar a importância destes locais para o lazer, contemplação e redução da sensação térmica quanto ao nosso clima, que é bastante quente, chegando a 40 graus no verão.

“Já foi feita a licitação e teremos uma equipe multidisciplinar que colocará em prática o plano diretor de arborização. Vamos fazer toda catalogação das árvores do centro sul e norte e principais avenidas, verificando se as árvores estão plantadas de acordo com as nossas normatizações, pois muitas estão plantadas sob a fiação elétrica. Daqui para frente vamos  evitar isso. Haverá também uma catalogação das árvores mortas e estas serão retiradas e substituídas. Vamos comunicar a população sobre os novos plantios, cooptando os munícipes a participar desta revitalização arbórea em Cuiabá”, explicou Tony.

Outra iniciativa que o biólogo destaca e faz parte do projeto, é a presença in loco das equipes multidisciplinares nos principais bairros da capital, identificando as principais vias que necessitam receber os serviços de arborização.

“Vamos escolher a maneira adequada para plantar essas árvores, não sendo embaixo de fiações ou calçadas, tomando o cuidado com as redes de água e esgoto. Aqueles que aceitarem o plantio das mudas serão  responsáveis por elas e seus cuidados”, pontuou Schuring.

Não restringindo apenas ao cultivo das árvores, Tony revela que as áreas ambientais subordinadas ao poder municipal terão os zelos redobrados na Gestão Emanuel Pinheiro, transformando esses locais em mais uma opção de lazer e contemplação para a comunidade.

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação