The news is by your side.

Corpo de Bombeiros interdita prédio da prefeitura de Pontal do Araguaia por risco de colapso

 

O Corpo de Bombeiros decidiu interditar o prédio da prefeitura de Pontal do Araguaia (500 quilômetros de Cuiabá). A decisão levou em consideração o risco de colapso da estrutura e a falta de segurança para servidores e população. Uma erosão começou a se formar na parte externa e algumas rachaduras já apareceram nas paredes do prédio.

O prefeito Adelcino Lopo explicou que, logo ao assumir o cargo, em janeiro do ano passado, já identificou problemas na estrutura do prédio. “Já apresentava problemas de vazamento, infiltração e na parte elétrica. Só que, agora, os problemas aumentaram. O terreno do lado começou a ceder e apareceram algumas rachaduras. Tem uma parede que não é preciso nem ser engenheiro para saber que tem risco de desabamento. Rompeu em torno de cinco centímetros. Caíram vários forros. Pode ser que desabe na cabeça de algum servidor ou da população que vem buscar atendimento”, afirmou o prefeito.

Em entrevista à TV Record de Barra do Garças, Adelcino também afirmou que irá aguardar um laudo que está sendo elaborado pelo engenheiro da prefeitura para decidir qual será o destino do prédio e se alguma área no local ainda pode ser utilizada. “A gente tem que assumir a responsabilidade. Fechar as portas depois que desabar fica complicado. A gente está vendo as coisas acontecendo. É perigoso”, disse.

Desde a emancipação, em dezembro de 1991, a prefeitura de Pontal do Araguaia nunca construiu uma sede própria. O prédio interditado pelos bombeiros anteriormente era onde funcionava a escola estadual São Miguel. Em 2015, o local, que foi repassado pelo Estado ao município, foi reformado e virou a sede da prefeitura, uma forma de economizar com o aluguel.

De acordo com o prefeito, a partir de agora, alguns locais serão avaliados e poderão abrigar, temporariamente, as atividades da prefeitura. Segundo ele, o município não tem condições financeiras, neste momento, para construir um novo prédio.

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação